Oficina Pinhole | ON-LINE E AO VIVO | 24/04

Início: 24 de abril de 2021
Horários: sábado, das 10h às 12h (horário de Brasília)
Carga horária: 02 h/aula

Nível de exigência: iniciante
Pré-requisitos: ver material necessário
Público alvo: interessados em processos artesanais e fotografia analógica, estudantes de fotografia, artistas e professores

Na oficina será trabalhada a técnica de construção de uma câmera fotográfica artesanal utilizando como corpo da câmera uma caixa de fósforos (matchbox). Não é necessária experiência com câmeras ou
técnicas fotográficas para participação.

Esta técnica parte do principio da câmara escura utilizada pelos pintores antes mesmo da invenção da fotografia, onde em uma caixa com um vidro em uma extremidade e um furo na outra, os artistas usavam as figuras projetadas no vidro para reproduzir as paisagens.

Télio Pacheco

* O curso conta com apostila em .pdf e certificação em sua conclusão.

Material necessário:

– Corretivo liquido;
– Agulha 0,2 mm;
– Filme Asa 100 ou Asa 200;
– Tubo de Filme Vazio;
– Tinta Preta e Pincel;
– Copo descartável;
– Estilete
– Lapiseira
– Fita Isolante;
– Fita Durex;
– Palito Picolé;
– Papel Alumínio;
– Tesoura;
– Papel Cartão Preto;
– Caixa de Fósforo Fiat Lux 6×4 cm;
– Régua.
O participante da oficina será responsável por ter consigo o filme fotográfico e materiais de uso individual – tesoura, estilete, fita isolante, lapiseira e régua.

Em nossa prática utilizaremos a técnica da câmara escura para construir uma câmara fotográfica analógica com um filme fotográfico 35mm que será sensibilizado a partir de um furo feito com agulha.

Matchbox
Match – Fósforo
Box – Caixa
Matchbox Pinhole Câmera – Câmera simples feita utilizando uma caixa de fósforos cuja abertura do diafragma é provida por um furo de agulha.

Professor

Télio Pacheco é graduado em Engenharia Civil, com especialização em cálculo estrutural e fundação, tem experiência na área de Governança de Tecnologia da Informação e Gerenciamento de Projetos e Processos, desenvolve pesquisas sobre processos fotográficos históricos, adotando uma mistura de técnicas tradicionais e contemporâneas na criação de imagens. Como especialista em gerenciamento de projetos, adota metodologia específica na elaboração e condução dos trabalhos fotográficos que utilizam as técnicas pinhole, cianotipia e goma bicromatada. Possui vários cursos de Fotografia: 2016, Fotografia Experimental em Grande Formato, (Carga horária: 40h) Universidade de Brasília; 2015, Goma Bicromatada: monocromia e policromia, (Carga horária: 48h), Universidade de Brasília. Diversas exposições fotográficas: “Era tiro de festim”: lógica dramatúrgica e ocultamento cósmico no palco osmaniano — IV ELO — Descortinando o Teatro de Osman Lins – Memorial Darcy Ribeiro – UnB – Brasília. Além disso, cursou no período 2018/2019 a Pós Graduação em Fotografia como Suporte para Imaginação.


Investimento
R$ 95,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Filosofia da Fotografia – Módulo I | ON-LINE E AO VIVO | 02/03

Imagem de capa: Raquel Pellicano

Início: 02 de março de 2021
Horário: às terças e quintas, das 15h às 18h
Total: 8 aulas, 24 horas/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: Todas as pessoas interessadas no tema



Ao longo da história da filosofia ocidental, a experiência da visão propiciou a filósofas e filósofos a formulação de teorias no âmbito da arte. Com o surgimento da fotografia, com a Revolução Industrial e os avanços tecnológicos, a arte e a fotografia entrelaçaram-se com questões metafísicas, éticas e políticas. O curso irá inserir os participantes na linguagem filosófica para a compreensão dos principais conceitos sobre a imagem fotográfica.

Programa

Encontro 1 

Introdução à filosofia da fotografia 

Introdução ao método filosófico e o surgimento da filosofia da fotografia. Obra indicada: Fotografia e história, de Boris Kossoy. 

Encontro 2 

A criação de conceitos na perspectiva de Roland Barthes 

Compreender o conceito de punctum e o conceito de câmera clara.

Filosofia e estudo de caso I 

Estudo de caso colocando em prática os conceitos assimilados na filosofia de Barthes. 

Obra utilizada: Câmera clara, de Roland Barthes. 

Encontro 3 

A relação entre o/a fotógrafo/a e o aparelho 

Estudo acerca teoria de Vilém Flusser sobre a fotografia, acentuando a luta entre o/a fotógrafo/a e o aparelho, tal como essa relação desenvolve-se no domínio da filosofia da fotografia. 

Filosofia e estudo de caso II Estudo de caso com base nas análises e críticas de Vilém Flusser. Obras utilizadas: Ensaio sobre a fotografia de Vilém Flusser.

Encontro 4 

A imagem como resposta ao totalitarismo. 

Introdução aos conceitos artísticos elencados por Walter Benjamin para responder ao contexto histórico do nazismo, capitalismo e ao período de guerra iminente. 

Filosofia e estudo de caso III 

Estudo de caso com base nas análises de Walter Benjamin sobre a reprodutibilidade da imagem. 

Obras utilizadas:

Ensaios: Pequena história da fotografia e A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica, de Walter Benjamin. 

Encontro 5 

Fotografia e fascismo 

Investigar elementos encontrados em uma estética fascista, de acordo com Susan Sontag. 

Filosofia e estudo de caso IV 

Estudo de caso com as imagens fotográficas da fotógrafa Leni Riefenstahl.

Obras utilizadas: 

Ensaios: Fascinante fascismo, de Susan Sontag.

Encontro 6 

Fotografia e propaganda 

Análise da propaganda e suas finalidades dentro de um regime fascista.

Filosofia e estudo de caso V 

Paralelo entre imagens da 2ª guerra mundial e dias atuais. 

Obras utilizadas: Origens do Totalitarismo, de Hannah Arendt. Capítulo “O movimento totalitário; A propaganda totalitária”(p. 303 – 318). 

 

Encontro 7

Fotografias que encobrem a dor do outro 

O recorte de mundo pelo fotógrafo/a sob a visão de Susan Sontag. Os conceitos a serem explorados serão: fragmento, legenda e enquadramento. 

Filosofia e estudo de caso VI 

Estudo de caso colocando em prática conceitos propostos pela filósofa Susan Sontag. 

Obras utilizadas: Sobre fotografia. Ensaio: “Estados Unidos, visto em fotos, de um ângulo sombrio”(p. 20-32). 

Obras sugeridas: Diante da dor dos outros, Susan Sontag 

Encontro 8 

Fotografia na contemporaneidade e sua utilização para a guerra 

Análise de imagens para a criação de narrativas sobre quais vidas são passíveis de luto. 

Obras utilizadas: Quadros de guerra, ensaio: “Vida precária, vida passível de luto”, de Judith Butler. (p. 13 – 56) 

Obras sugeridas: Quadros de guerra, ensaio: “Tortura e a ética da fotografia: pensando com Susan Sontag”.(p. 99 – 150) 

Filosofia e estudo de caso VII 

Análise de imagens com base nos critérios de enquadramento de Butler e na criação de narrativas.

Roland Barthes

Professora

Mayã Fernandes é doutoranda em Artes Visuais pela UnB (2019), mestra em Metafísica na linha de pesquisa Estética Antiga: Narrativa, Visualidade e Verdade, pela mesma Universidade (2018), com estágio de pesquisa na UBA (Buenos Aires/ARG) e graduada em Filosofia pela UnB (2016). É crítica de arte, onde atuou durante o ano de 2018 e 2019 na Revista Desvio/RJ, e publicou mais de 30 críticas. Atua como parecerista ad hoc de revistas científicas nas áreas de filosofia, artes e letras. É fundadora da Oribê – editoração, formação, elaboração de material didático e consultoria em educação. É escritora ensaísta e atualmente é colunista da revista literária Ano I: Ensaio. Publicou diversos artigos e ensaios nas áreas de Filosofia, História da Arte e Filosofia da Fotografia.  Para conferir a produção bibliográfica da professora acesse http://www.linhasdefuga.com.br

Além de amável, acessível e participativa, a professora demonstrou conhecimento vivência profundos que ampliaram minha compreensão sobre temas de fronteira para o fazer com ética no mundo contemporâneo.

Tiago Rocha de Almeida

O curso atendeu minhas expectativas, pude adquirir novos conhecimentos e repensar um pouco o fazer fotográfico. Mayã foi uma excelente professora!

Henrique Bulhões

Investimento
R$ 560,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Curso
Profissionalizante | ON-LINE E AO VIVO | 02/03

Início: 02 de março de 2021
Horários: terças e quintas, das 17h às 19h
Total: 32 aulas | 64 hrs/aula

Nível de exigência:  intermediário
Pré-requisitos: domínio de fotometria e equipamento fotográfico próprio
Público-alvo:  fotógrafos amadores com interesse em se especializar nos diversos segmentos da fotografia comercial.

O Curso Profissionalizante de Fotografia do f/508 visa a formação cultural, visual e técnica de quem procura essa prática como profissão, propiciando uma base crítica e analítica fundamental para a construção de imagens. Visando ampliar o horizonte de referências estéticas, as aulas aumentam o espectro cultural e técnico do aluno, oferecendo o aporte para a criação de uma maturidade imagetica. O curso será ministrado inteiramente online, com análise personalizada dos exercícios propostos e disponibilização das aulas gravadas para download.

O curso proporciona ainda uma imersão em diversas possíveis áreas de atuação comercial, com o intuito de formar um fotógrafo polivalente e autosuficiente. Aborda técnicas de gestão e tratamento de imagens, iluminação em estúdio, percepção da luz, direção de pessoas, fotografia de gastronomia, fotografia de still de produtos e natureza morta, fotografia de ambientes, retrato, moda, eventos e outros segmentos oriundos da fotografia comercial. O estudo oferece um panorama de possibilidades, além da base para criação de portfólio e orientação para contato com clientes em potencial e marketing pessoal.

Professores: Humberto Lemos e Raquel Pellicano + convidados

Fotógrafo fine art, Humberto Lemos tem foco na fotografia minimalista com influência oriental. Criou o conceito de Paisagens Imaginárias – atua como coordenador e professor no Espaço f/508 de Fotografia, em Lisboa. Fundou o Espaço f/508 de Cultura em Brasília, que, em 2020, completa 15 anos. Realizou a curadoria de diversas exposições e publicações virtuais, e desenvolveu projetos de inclusão social como o Retratando com Alma (2005), oficina fotográfica realizada com deficientes visuais, e o Libertas CAJE (2008), realizado com os internos da instituição. Foi professor da Secretaria de Cultura do Distrito Federal de 2005 a 2007, e ministrou a matéria Fotografia como suporte para a arte contemporânea, na Pós Graduação f/508. Portfólios: @humbertolemos e www.humbertolemos.com

Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília (UnB), Raquel Pellicano é fotógrafa e artista visual, com produção autoral e experimentações em linguagem fotográfica. Comercialmente, é especializada em retratos, nu feminino e registros de viagens. Com 33 anos, é sócia do Espaço f/508, ministra cursos e oficinas e está à frente do estúdio fotográfico. Criou o programa do curso de pós graduação em Fotografia como Suporte para a Imaginação, que teve início em março de 2018. Assinou diversos editoriais de moda, com trabalhos publicados nas revistas Vogue Brasil, Trip, VIP, Playboy e VIP moda. Em 2012, realizou uma palestra sobre fotografia e Retrato à convite da Fnac. Em 2020 participou do podcast Filosofia de Bar, com Mayã Fernandes, e do projeto Coleção Particular, de entrevistas com Raisa Pina. É curadora convidada do terceiro ciclo do Projeto Baleia. Atua em Lisboa e na Europa, com temporadas no Brasil.

Módulo Técnico
Fotografia e geometria. Fotografia em preto e branco: enxergando em PB; o cinza médio. Dupla Exposição. Instante decisivo. Linguagem fotográfica. Uso da cor enquanto elemento de composição. Fotômetro, modos de medição, foco automático, tipos de arquivo. Macro com lente invertida. Flash dedicado: fotometria do flash, luz artificial, técnicas criativas. Tipos de cartões e sensores. Panorama histórico da fotografia. Landscape e longas exposições

Módulo Tratamento de Imagem
Gestão de arquivos, organização e classificação + tratamento de imagem com o software Adobe Lightroom. Apresentação das interfaces e suas ferramentas. Corte e correção de perspectiva. Fotografia P&B. Fotografia em cor. Distorção. Máscaras (filtro radial, filtro graduado, pincel de ajuste). Tipos de arquivo. Gerenciamento de Cores: Espaços de cor. Balanço de branco, exposição, contraste, saturação, HSL, tonalização dividida, detalhe. Limpeza da imagem: Remoção de sujeira do sensor. Preparação de arquivos para impressão fine art. Photoshop CC para retratos: tratamento de pele high end, suavização de textura, distorção da imagem, criação gráfica de dipticos e trípticos, dupla exposição no photoshop.

Módulo Composição Avançada
Leis da Gestalt (Unidade, segregação, unificação, continuidade, proximidade, semelhança, pregnância da forma); Conceituação e propriedades (Forma, Forma/Ponto, Forma/Linha, Forma/Volume); Categorias Conceituais (Harmonia/Ordem, Harmonia/Regularidade, Desarmonia,Equilíbrio/Simetria, Equilíbrio/Assimetria, Equilíbrio/Peso e direção, Contraste/Luz e tom, Contraste/Ritmo, Contraste/Passividade; Técnicas visuais: clareza, simplicidade, minimidade, complexidade, redundância, aleatoriedade, fragmentação, sutileza, distorção, profundidade, superficialidade, sequencialidade; O uso da cor e da luz.

Fotografia de Produtos
O módulo tem o intuito de oferecer aos alunos condições de aprender as nuances dos diversos tipos de trabalhos de still passíveis de serem realizados em estúdio: Varejo, Metal, Vidro, Jóia e Branco sobre branco.

Gestão de mídias sociais  para fotógrafos
Uso otimizado de mídias sociais – postagens patrocinadas, criação de público, entendimento de métricas, linguagem para mídias sociais/instagram.

Fotografia por Raquel Pellicano – Styling de Rachel Smidt, maquiagem de Talita Sá e modelo Caroline Santos

Fotografia de Gastronomia e Ambientes
As aulas visam proporcionar uma vivência teórica nas áreas da fotografia de gastronomia e de ambientes, além de fornecerem referências visuais e conhecimentos técnicos específicos inerentes a essas frentes da fotografia comercial, englobando informações sobre foodstyling, lentes apropriadas, iluminação e composição visual.

Fotografia Social
Os ramos da fotografia social, suas especificidades e mercado. Estilos na fotografia de casamentos, equipamentos e suas aplicações. O uso de flash. O papel da equipe na fotografia. Workflow: organização dos arquivos e particularidades do tratamento de imagem. Apresentação do produto final.

Fotojornalismo
Os primórdios do fotojornalismo. Suas manifestações e práticas de construção imagetica. O nascimento das agências. As novas mídias – o olhar e o corpo. Da fotorreportagem à fotografia documental.

Retrato e moda
Escolha da Locação. Sugestões de lentes adequadas. Tipos de trabalho: book, editorial de moda, catálogo, look-book, lifestyle, ensaios, retrato autoral, retrato corporativo e demais frentes. O conceito na fotografia de moda. Breve história da fotografia de retrato e moda. Análise de trabalhos de fotógrafos renomados. O papel do stylist (produção fashion e comercial). O papel do maquiador. Uso do fotômetro. Esquemas de iluminação em estúdio. Uso do flash de estúdio. Sincronização e fotocélula. Direção de modelos. Uso do rebatedor/bandeira. Fotografia externa. Luz dura/ luz suave. Buscando uma linguagem autoral. Diferenças entre fashion, comercial e conceitual. Orientações sobre mercado, diálogos com clientes e elaboração de orçamentos. Orientação para criação de portfólio online.

Nu fotográfico
O módulo é orientado na direção de um nu artístico e comercial, trazendo questões relevantes inerentes à frente de atuação. São apresentadas abordagens de desconstrução do olhar voltadas para um estudo da luz. Entendimento dos conceitos e diferenças entre o formalismo, o nu autoral e o nu comercial.

Inclui certificado
As aulas serão gravadas e disponibilizadas para download.


Investimento
R$ 2.240,00

• Para se inscrever, clique aqui e preencha o formulário com seus dados. Entraremos em contato via e-mail.
• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• Cielo [em até 12x sem juros]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Tretas da Arte Contemporânea com o Tio Virso | ON-LINE E AO VIVO | 23/04

Ulay and Marina Abramović, AAA-AAA, 1978

Início: 23 de abril de 2021
Horários: às sextas-feiras, das 19h às 21h
Total: 4 aulas
Duração: 4 semanas
Carga horária: 8 horas/aula

Pré-requisitos: nenhum
Público alvo:  o curso é aberto a todos que queiram conhecer e entender as tretas da arte contemporânea

Tretas são polêmicas e costumam causar onde quer que apareçam, mas sabe o que é ainda mais sensível, provocável, irritável e excitável que tretas? Arte.

Imagens meramente ilustrativas de tretas antigas.

Mais que uma forma de expressão, comunicação, simbolismo ou estética, arte é um sistema, e como todo sistema, apresenta diversidade de labirintos gosmentos entre uma ponta e outra, e ao longo deste curso iremos explorar as tripas indigestas que jazem sob os belos corpos dos museus, coleções particulares e espaços públicos.

Quem faz arte? Quem diz o que é arte? Quem se beneficia disso? Quem é excluído dessa rodinha? Eu não vou responder nenhuma dessas perguntas de maneira definitiva, mas desdobraremos todas as outras questões que se brotam quando se abrem as Gavetas de Pandora do armário das artes visuais.

O Programa

Aula 1
Tretas teóricas: a (in)determinação da arte
1.1 O que é arte?
1.2 Quem determina o que é arte?
1.3 Quem se beneficia disso?

Aula 2
Tretas econômicas

2.1 A farra do mercado de arte
2.2 A farra do mercado paralelo de roubos e falsificações
2.3 A farra do colecionismo que ainda vai nos destruir

Aula 3
Tretas identitárias

3.1 O pódio e a geladeira do sistema de arte
3.2 Como o sistema de arte perpetua e aumenta a geladeira
3.3 O sistema de arte: uma geladeira conservadora e radical ao mesmo tempo

Aula 4
Tretas políticas

4.1 Arte pelos políticos (ou alguns deles)
4.2 Arte contra os políticos (ou outros deles)
4.3 Arte pela negação da política

O Professor

Vilson André Moreira Gonçalves, divulgador científico e administrador da página História da Arte com o Tio Virso, é graduado em Licenciatura em Artes Visuais pela UEPG e doutor em Comunicação e Linguagens pela UTP. Desde 2008 trabalha como arte-educador na educação básica e no ensino superior, dedicando-se desde 2019 à democratização do conhecimento científico em história da arte nas redes sociais.
Siga o tio Virso:
https://www.instagram.com/tiovirso
https://www.facebook.com/tiovirso

• O curso inclui certificado

• Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar


Investimento
R$ 280,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Fotografia e política: reflexões contemporâneas | ON-LINE E AO VIVO | 30/03

Início: 30 de março de 2021
Horários
Terças e quintas, das 10h às 12h30 (horário de Brasília)
Total: 10 aulas
Duração: 05 semanas
Carga horária: 23 h/aula

Pré-requisitos: básico
Público alvo: estudantes, fotógrafos, artistas, pesquisadores e interessados no tema

O curso “Fotografia e Política” pretende oferecer uma reflexão sobre as relações entre fotografia e questões políticas que envolvem questões referentes a alguns temas como imigração, terrorismo, colonialismo e pós-colonialismo, fornecendo um panorama histórico-antropológico da fotografia como base para um pensamento crítico.

• O curso inclui certificado

• Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Serão apresentados vários pontos de vista fornecido por artistas que põem em relevo suas próprias questões que referem aos problemas e discriminações de gênero, raciais, sociais e econômicas através de suas práticas fotográficas. Nesse sentido, as aulas acompanharão a discussão de textos teóricos de importância para a reflexão fotográfica e, também, contemplará a observação de alguma produção contemporânea de imagens, para que, assim, além da base teórica, encontre-se trabalhos representativos e ilustrativos de questões políticas que contemplem uma grande variedade de discursos que circulam dentro e fora do circuito hegemônico da arte contemporânea. A discussão de tais assuntos mostra-se pertinente e condizente com os debates contemporâneos da arte, da cultura visual, da filosofia e dos estudos pós-coloniais.

Programa

Módulo 1: Fotografia e representação do Outro – Imigração, terrorismo e práticas coloniais. História da Fotografia; Imagens da Ciência com a reprodução de inferioridade racial e de género e suas consequências contemporâneas. Leituras teóricas & observação de fotografias produzidas por artistas contemporâneos

Módulo 2: Fotografia e Performance – A mulher na fotografia e suas reivindicações (sociais, raciais e econômicas). A fluidez de género. A performance e a fotografia enquanto documento. Releituras do colonialismo nas fotografias contemporâneas. Leituras teóricas & observação de fotografias produzidas por artistas contemporâneos.

Professora

Lorena Travassos é Doutorada em Ciências da Comunicação (NOVA, Lisboa), no ramo “Comunicação e Arte”, com especialidade em Fotografia. Mestre em Comunicação (UFPB, Brasil) e fotógrafa. Atualmente é professora de História e Técnicas Fotográficas na Universidade Lusófona, na licenciatura de Fotografia, e investigadora assistente no projeto Photo Impulse (financiado pela FCT-PTDC/COM-OUT/29608/2017). É investigadora integrada do ICNOVA e formadora em cursos livres de projetos fotográficos em Lisboa.


Investimento
R$ 400,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Bate-papo gratuito: Arte, artivismo e pandemia | ONLINE E AO VIVO | 27/04

Guerrilla Girls

Data: 27 de abril de 2020
Horários: segunda-feira, às 18h – Horário de Brasília

Público-alvo: artistas e entusiastas, curadorxs de arte, comunicadorxs, designers, arquitetos, museólogos e estudantes

Inscrições

Clique aqui para se inscrever.

. O bate-papo é gratuito e será realizado através da plataforma Zoom.
. Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Programa

No dia 27 de abril, às 22h (horário de Lisboa), o f/508 Lisboa e o f/508 Brasília convidam a todos para participação na roda aberta de conversa “Arte, artivismo e pandemia”, onde Camilla Ceylão (comunicadora de causas e entusiasta) e Renata Azevedo Moreira (pesquisadora e curadora de arte) contam com a mediação de Monica Nassar (artista e sócia administradora do f/508) para um debate sobre as formas que o artivismo pode tomar em tempos de coronavírus, discutir as contribuições sociais do engajamento político da arte e de que formas a arte nos ajuda a enxergar o mundo de maneira mais crítica.


Em seus ensaios sobre Arte Relacional, Nicolas Bourriaud coloca, como uma das grandes contribuições da arte contemporânea, a perspectiva da obra de arte como agregadora e do museu como lugar de interação. Existe cumplicidade nos olhares que se doam à compreensão da obra aberta e o ato de se compartilhar o mesmo espaço/tempo se reverbera em memória restrita àqueles que puderam se fazer presentes. 

A contemporaneidade nos introduz mais um celeuma no mundo da arte: o artista, despido e liberto da técnica, que (ainda no caráter relacional) assume o compromisso com o engajamento coletivo, a complexidade das participações sociais e seus confrontos com forças governamentais e corporativas, e, na década de 60, no Brasil, autoritarismo. 

O termo “arte ativista” foi criado pelo coletivo norte americano Art Ensemble” em 1996, utilizado para definir artistas que se utilizavam de tecnologias e mídias diversas para desenvolver contribuições sociais. Mais tarde, em 2003, Juliana Monachesi publica um artigo na Folha de São Paulo chamado “A explosão do A(r)tivismo”, citando Cildo Meireles, Helio Oiticica e outros artistas. 

O aspecto relacional da arte, nesse momento, depende diametralmente dos dispositivos de comunicação. Não passa despercebida a profusão da arte politicamente engajada nos anos 90, contígua a popularização da nossa tão conhecida (e talvez mais necessária que nunca) internet. 

O ano é 2000 e esse vai ser o meu ano 20. Uma pandemia continua a se alastrar no mundo. Estamos lidando com a interdição dos pontos de encontro sociais, os famosos “nós” urbanos, e dependendo ainda mais da formatação virtual das relações. O presente carrega consigo uma série de incertezas. Estamos sem prazos para soluções e muito menos para o fim. O cenário pode ser desanimador para aqueles que ainda não perceberam que estamos moldando o que vem a seguir. Há uma latente necessidade de adaptação do “fazer”. Nós, artistas, estamos nos deparando, ainda mais enraizados na rede de computadores interligados, com a possibilidade de formatarmos os novos espaços de arte, novos engajamentos, novas participações sociais. 

HOUSTON, TX – DECEMBER 16: Conceptual artist Nadezhda Tolokonnikova (C) of Pussy Riot performs onstage during Day for Night festival on December 16, 2017 in Houston, Texas. (Photo by Rick Kern/WireImage)

Participantes

Renata Azevedo Moreira é jornalista, pesquisadora e curadora de arte. Doutoranda em Comunicação pela Universidade de Montréal, Renata estuda o diálogo estabelecido entre o gesto curatorial e a obra de arte especialmente no caso das mídias digitais. Em sua visão, o projeto artístico torna-se obra a partir das relações que estabelece com sua exposição, e a obra de arte é mais bem compreendida como um processo construído ao longo do tempo do que como um objeto singular e fixo. Além dos textos acadêmicos, Renata publica resenhas de exposições em sites e revistas de arte canadenses, como Baronmag.com e Esse Arts+opinions, participando também de comitês de programação e conselhos de administração dos centros de artistas Skol e Studio XX em Montréal. Atualmente, ela trabalha como coordenadora de comunicação e programação paralela da galeria Arts Visuels Émergents (galerieave.com).
Seu artivismo se manifesta principalmente na orientação feminista e queer de suas intervenções artísticas. Na exposição coletiva Femynynytees, realizada em 2018 em Montréal, ela convidou artistas a repensarem o que significa ser ou ter um corpo feminino em um contexto em que o sexo biológico não determina mais o gênero de uma pessoa. No mesmo ano, Renata coordenou a programação do festival feminista de novas mídias HTMlles, também em Montréal, com uma exposição coletiva na temática pós movimento #metoo chamada Beyond the Hashtag: Failures and Becomings. Em épocas de confinamento, Renata tenta manter a sanidade mental com práticas diárias de ioga e tarô entre uma página e outra da redação de sua tese – mas ela também tenta aceitar que está tudo bem não ser tão produtiva assim neste momento.

Camilla Ceylão é feminista, comunicadora de causas e entusiasta da arte e cultura. Sua trajetória profissional é diversa e inclui experiência em diferentes áreas e em todos os setores, incluindo governo, empresas e organizações da sociedade civil.
A paixão por arte e cultura a acompanha desde cedo, assim como a atuação guiada pela defesa da justiça social e dos direitos humanos. Atualmente ela trabalha com comunicação de causas em uma OSC, a Nossa Causa, e é responsável pelo marketing de uma agência movida por causas sociais, a BeCause. 
Camilla descobriu o termo artivismo quando um artista a identificou como “artivista” após ouvir sua apresentação. Desde então, ela passou entender melhor a conexão entre seu trabalho e seu hobbies – entre comunicação, política e arte. 
Ela ainda não se considera uma artivista, mas se sente lisonjeada por ter sido reconhecida como tal.

Mediadora

Monica Nassar graduou em Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), em 2012. Em 2013, finalizou o Curso Profissionalizante de Fotografia, no Espaço f/508 de Fotografia, em Brasília. Mudou-se para a cidade de São Paulo, em 2014, onde começou a atuar como pesquisadora em produtoras audiovisuais, entre elas a Academia de Filmes, GOS Catala Filmes, Your Mama, Sentimental Filmes e outras. Atuou também como Diretora de Arte, realizando campanhas para agências como F.biz, NBS, Ogilvy e África. Cursou Cenografia na Escola São Paulo, onde produziu em coletivo o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Praga de Cenografia e Performance, em 2015, mesmo ano em que participou da equipe de pesquisa da exposição do multiartista Tadeu Jungle na Sala do Humano do Museu do Amanhã. Usou suas habilidades multidisciplinares para compor equipes nas mesas independentes da Mesa e Cadeira, trabalhando com os ciborgues Neil Harbisson e Moon Ribas na construção do WeTooth, o primeiro aparelho de comunicação intra-dental do mundo (contemplado no Guinness World Records 2020), em 2016 e com o fundados do Kickstarter, Perry Chen, na publicação do livro “A bridge to a bad star” sobre o desastre de da base espacial de Alcântara, no Maranhão. No ano de 2017 completa a sua pós graduação em Cenografia e Figurino, na Universidade Belas Artes de São Paulo, onde produz o aplicativo Adelaide, para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos. Retorna para Brasília, no ano de 2018, para participar efetivamente da sociedade no Espaço f/508 de Fotografia, onde atua na gestão de projetos criativos. Em 2019, participou pela segunda vez da Quadrienal de Praga de Cenografia e Performance, na temática “novas técnicas dentro da cenografia”. 

Composição fotográfica avançada | ON-LINE E AO VIVO | 01/03

Início: 01 de março de 2021
Horários: às segundas, das 15h às 17h (Horário de Brasília)
Total: 5 aulas
Duração: 5 semanas
Carga horária: 10 horas/aula

Nível de exigência: básico
Público alvo: Fotógrafos amadores ou profissionais que querem aprofundar e exercitar composição avançada e outros elementos da linguagem visual

*As aulas serão transmitidas atravésd a plataforma Zoom

Linguagem visual é todo tipo de comunicação que se dá através de imagens e símbolos. Os elementos visuais constituem a substância básica daquilo que vemos, são a matéria-prima de toda informação visual. Entretanto, esses elementos isolados não representam nada, não tem significados preestabelecidos, nada definem antes de entrarem num contexto formal. Já a cor, por se tratar não de uma propriedade do objeto, mas de um elemento perceptivo,  tem uma série de implicações na Psicologia. Dessa forma, sua percepção pode causar diferentes de sensações, de acordo com cada cultura.

O curso visa proporcionar um aprofundamento no uso de elementos visuais, desafiando o aluno à busca de uma linguagem e da compreensão de questões avançadas relacionadas à composição, produção e processamento das imagens.

Programa

Aula 1
1- Fotografia e geometria
2- Olhar antagônico
3- Geometria com longa em pb
4- Fundamentos de luz cor

Aula 2
5- Harmonia
6 – Desarmonia
7- Peso e direção
8 – Fundamentos de luz e cor

Aula 3
10 – Simetria
11 – Contraste/proporção
12 – Minimidade
13 – Fundamentos de luz e cor

Aula 4
14 – Exageração
15 – sobreposição
16 – diluição
17 – Fundamentos de luz e cor
18- Haikai
19 – Caça Palavra

Aula 5
Correção dos exercícios de exageração, sobreposição, diluição, Haikai e caça-palavras

•O curso inclui certificado

•Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Professor

Fotógrafo fine art, Humberto Lemos tem foco na fotografia minimalista com influência oriental. Criou o conceito de Paisagens Imaginárias – atua como coordenador e professor no Espaço f/508 de Fotografia, em Lisboa. Fundou o Espaço f/508 de Cultura em Brasília, que, em 2020, completa 15 anos. Realizou a curadoria de diversas exposições e publicações virtuais, e desenvolveu projetos de inclusão social como o Retratando com Alma (2005), oficina fotográfica realizada com deficientes visuais, e o Libertas CAJE (2008), realizado com os internos da instituição. Foi professor da Secretaria de Cultura do Distrito Federal de 2005 a 2007, e ministrou a matéria Fotografia como suporte para a arte contemporânea, na Pós Graduação f/508. Portfólios: @humbertolemos e www.humbertolemos.com


Investimento
R$ 350,00

• Para se inscrever, clique aqui e preencha o formulário com seus dados. Entraremos em contato via e-mail.
• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• Cielo [em até 12x sem juros]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Curso Básico de Fotografia + Fotografia Mobile – noite | ON-LINE E AO VIVO | 17/03

Início: 17 de março de 2021
Horários: às quartas e sextas, das 19h às 20:30h (aulas teóricas ao vivo + proposta de exercícios práticos) – Horário de Brasília
Total: 5 aulas, 6 horas/aula

Nível de exigência: iniciante
Pré-requisitos: câmera própria com modo manual
Público alvo: todos que desejam entrar no mundo da fotografia e ter domínio da câmera fotográfica no modo manual.

O Curso Básico de Fotografia do Espaço f/508 é composto por aulas expositivas ao vivo via plataforma Zoom e propostas de exercícios práticos, visando o domínio completo da técnica fotográfica e o uso do modo manual da câmera, essencial para a construção de imagens. Aborda conceitos importantes de composição e estruturação fotográfica, e possui uma aula extra completa voltada à fotografia mobile. Os alunos contam ainda com uma análise de fotos pessoal e personalizada, que acontecerá aula a aula, por email (até 5 fotos por aula).

* O curso conta com apostila em .pdf e certificação em sua conclusão.

Programa do curso

Aula 1 
.Surgimento da fotografia;
.Princípio de formação da imagem numa câmara escura;
.Diferentes tipos de câmeras;
.Diafragma;
.Conceitos básicos de composição
.Explicação de exercício prático 

Aula 2 
.Obturador;
.Uso do fotômetro;
.Sensibilidade (ISO);
.Temperatura de cor e balanceamento de branco;
.Conceitos básicos de composição;
.Explicação de exercício prático 

Aula 3
.Objetivas (distância focal);
.Macrofotografia;
.Uso do flash;
.Percepção da luz;
.Conceitos básicos de composição
.Explicação de exercício prático 

Aula 4 
.Panning e zooming;
.O arquivo digital: compactação e formatos de arquivos;
.Orientação para aquisição de câmeras;
.Dicas para fotografar assuntos distintos;
.Conceitos básicos de composição
.Explicação de exercício prático 

Aula EXTRA.
.Fotografia Mobile

Aula extra – Fotografia Mobile

Os smartphones democratizaram a fotografia, trazendo um universo amplo de possibilidades à palma da mão do fotógrafo amador. A aula proporciona um contato com detalhes técnicos, noções de composição imagética, enquadramento, tratamento de imagem e filtros, além de abordar questões relacionadas ao compartilhamento de fotos e ideias pelo celular.

•O curso inclui certificado

•Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Professor

Télio Pacheco desenvolve pesquisas sobre processos fotográficos históricos, adotando uma mistura de técnicas tradicionais e contemporâneas na criação da imagem. Como especialista em gerenciamento de projetos, adota metodologia específica na elaboração e condução dos trabalhos fotográficos que utilizam as técnicas Pinhole, Cianotipia e Goma Bicromatada.  O professor tem em seu currículo exposições individuais e coletivas em Brasília.

Há muito tempo que queria inscrever-me num curso de fotografia, mas o facto de ter de conjugar horários sempre me desmotivou. Neste curso encontrei o melhor dos dois mundos: não precisei de sair de casa e tive acesso a imensa informação interessante que me ensinou técnicas que há muito tentava usar. Além disso, em cada aula são nos dados exercícios que põem em prática aquilo que aprendemos. Adorei!

Lara Luís

Pessoalmente, tinha como objetivo do ano dedicar-me à fotografia que eu adoro mas que era aquele ser que fotografava no modo automático.
Nos tempos difíceis que vivemos, este curso permitiu que nem tudo fosse por água a baixo. Em poucas aulas fotografo em modo manual e até me orgulho de fotos que já consigo fazer.
O facto de ser possível ver e rever as aulas é excelente, pois é quando estamos a tentar concretizar os exercícios que surgem as dúvidas e lá vamos nós dar uma espreitadela.
Agradeço imenso à Raquel e ao Humberto pela dedicação, por transmitirem os seus saberes de uma forma genuína e pelas bases sólidas que dão aos vossos alunos.

Rita Ferreira

O curso Iniciação à Fotografia ministrado pelos fotógrafos Humberto Lemos e pela Raquel Pellicano é fantástico! O conteúdo das aulas é robusto, mas como  as aulas são didáticas, fica fácil aprender os conceitos e as técnicas.
Outrossim, a plataforma utilizada permite uma interação da turma com os professores e há a disponibilização do material utilizado na aula para os alunos revisitarem o conteúdo. Muitíssimo obrigado!

Felipe Ribeiro Cardoso

O curso foi maravilhoso, eu comecei do zero e aprendi muito com vocês. Todas as dúvidas que tive vocês conseguiram responder e me ajudar, os feedbacks das fotos também foram bons pra que eu tentasse de formas diferentes. Confesso que no início fiquei meio receosa por ser um curso online e eu nunca consegui ter muita disciplina, mas deu muito certo e eu consegui entender todo conteúdo e sair sem dúvidas. Foi um prazer e espero que nos encontremos em breve, obrigada.

Erika Danielle Peres

Investimento
R$ 350,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, débito automático ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Prática Continuada
em Retrato

Em andamento
3 vagas disponíveis

Encontros quinzenais às segundas-feiras de 19h às 21h

Sobre o programa

Prática continuada em Retrato é um grupo voltado para prática fotográfica de pessoas. Construímos duas sessões fotográficas em grupo por mês: trazendo sempre diferentes modelos, diferentes dinâmicas, produções e conceitos. Todos os encontros são essencialmente práticos.

A maioria das práticas são em nosso estúdio, com diversas propostas de iluminação, produção e modelos. O Clube funciona para fotógrafos profissionais e amadores que querem elaborar portfólio, praticar fotografia de forma recorrente e exercitar direção de pessoas. A ideia é alternar entre retratos autorais, comerciais, de moda e conceituais.

Pré requisito: Possuir câmera e domínio de fotometria.

Foto: Naiara Pontes

Estrutura do estúdio

. 3 tochas (2 de 200W + 1 de 400W) com luz contínua e flash de estúdio
. 1 radioflash para Nikon/Canon ou cabo de sincronismo (para fullframe)
. softbox grande, softbox médio, beauty dish, panela
. fundo infinito branco + fundo cinza sem rodapé + parede de tijolinho
. ar condicionado/ aquecimento
. 1 rede bem confortável!
. 1 sofá bem confortável!
. Banheiro exclusivo
. biombo + espelho
. pufes e cadeiras

Inscrições

Para fazer parte do Prática continuada em Retrato, o interessado deve enviar um e-mail para cursos@f508.com.br solicitando a sua participação.

Mensalidade

A mensalidade é de R$ 160,00 com pagamento automático no Pagseguro.
A assinatura pode ser cancelada a qualquer momento depois dos 3 meses iniciais.

Todas as fotos presentes nessa postagem foram feitas ao longo da Prática Continuada em 2017 e 2018, seguem mais algumas:

Oficina de Fotografia de Gastronomia | ON-LINE E AO VIVO | 17/04

Data: 17 de abril de 2021
Horário: sábado, das 10h às 12h (Horário de Brasília)
Carga horária: 02 horas

Pré-requisitos: câmera fotográfica ou celular
Público-alvo: fotógrafos amadores e profissionais, produtores de conteúdos para plataformas online, blogueiros

A oficina visa fornecer aos alunos referências visuais e conhecimentos específicos inerentes a essa frente da fotografia comercial. O curso é destinado a fotógrafos amadores e profissionais que tenham interesse em obter maior domínio e experiência na fotografia de alimentos.

Professora

Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília (UnB), Raquel Pellicano é fotógrafa e artista visual, com produção autoral e experimentações em linguagem fotográfica. Com 32 anos, é sócia do Espaço f/508, ministra cursos e oficinas e está à frente do estúdio fotográfico. Criou o programa do curso de pós graduação em Fotografia como Suporte para a Imaginação, que teve início em março de 2018. Assinou diversos editoriais de moda, com trabalhos publicados nas revistas Vogue Brasil, Trip, VIP, Playboy e VIP moda. Em 2012, realizou uma palestra sobre fotografia e Retrato à convite da Fnac. Em 2020 participou do podcast Filosofia de Bar, com Mayã Fernandes, e do projeto Coleção Particular, de entrevistas com Raisa Pina. Já realizou trabalhos para diversos empreendimentos, incluindo os estabelecimentos Quintal, Ces’t la Vie e Severina, além dos restaurantes dos hotéis da rede Royal, em Belo Horizonte e São Paulo.


Investimento
R$ 95,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.