Festival Foto em Pauta em Tiradentes |
março de 2020


O festival

O Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta – celebrará a sua décima edição em 2020. Entre os dias 18 e 22 de março, a cidade será palco de diversas exposições, workshops, palestras, debates, leituras de portfólio, projeções de fotografias e atividades educativas voltadas para a comunidade local.

Reafirmando seu compromisso com a qualidade da programação, o Festival proporciona ao público ricas experiências e trocas com profissionais de renome nacional e internacional, cuja produção artística é representativa no cenário da fotografia brasileira.

Sobre a Trip f/508

A viagem acontecerá no mês de março de 2020

Saída: 19/03/2020
Retorno: 22/03/2020
Para os participantes da “Trip Tiradentes 2020″, o f/508 propõe 03 workshops:

+ Fotografia Mobile, com Camilla Rosa
+ Estéticas do Caminhar, com Monica Nassar

+ Criação de diários de viagem, com Beatriz Chaves

Oferecemos ainda, aos viajantes do projeto Trip f508, valores especiais em consultorias individuais voltadas para assuntos específicos (R$150) e 20% de desconto no Curso Básico de Fotografia.

Sobre as professoras:

Monica Nassar graduou em Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), em 2012. Em 2013, finalizou o Curso Profissionalizante de Fotografia, no Espaço f/508 de Fotografia, em Brasília. Atuou como Diretora de Arte, realizando campanhas para agências como F.biz, NBS, Ogilvy e África. Cursou Cenografia na Escola São Paulo, onde produziu em coletivo o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Praga de Cenografia e Performance, em 2015. No ano de 2017 completou a sua pós graduação em Cenografia e Figurino, na Universidade Belas Artes de São Paulo, onde produziu o aplicativo Adelaide, para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos. Em 2019, participou pela segunda vez da Quadrienal de Praga de Cenografia e Performance, na temática “novas técnicas dentro da cenografia”.

Camilla Rosa é fotógrafa comercial, com produção editorial de produto e de retrato. Trabalha com a fotógrafa Raquel Pellicano no comando do Estúdio f/508, coordenando a monitoria e a prática continuada de retrato. Com 31 anos, atua em Brasília, principalmente com nu feminino, gastronomia e tratamento de imagens, além de realizar trabalhos nas áreas de fotografia de esportes e still de produto.

Beatriz Chaves é formada em comunicação social pela Universidade de Brasília, e uma entusiasta do universo criativo. Já trabalhou como produtora em centros culturais e eventos da cidade, foi Diretora de Whatever na Perestroika – uma escola livre de atividades criativas – e hoje é gerente do Espaço f/508. Vem se reconhecendo artista visual com uma produção focada em apropriação, colagem e intervenção urbana. Participou de três exposições coletivas e uma residência artística. 

O pacote inclui

. Pré-encontro, com direcionamento em relação à bagagem, dicas e lanchinho mineiro especial
. Transfer do Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, para a hospedagem, em Tiradentes (ida e volta)
. Hospedagem em Tiradentes
. Passeio guiados em grupo na Maria Fumaça até o complexo ferroviário São João Del Rei
. Desafios fotográficos-surpresa
. Café da manhã diário
. Workshop de Fotografia mobile
. Workshop Estéticas do Caminhar
. Workshop Diários de Viagem
. Análises de fotos e direcionamento da produção in loco
. Análise de portfólio (pós viagem)

*Passagens aéreas não inclusas

Hospedagem

Situada em um belo parque, esta pousada fica a 800 m do centro histórico de Tiradentes. Oferece piscina ao ar livre, bar e recepção 24 horas. Os quartos aconchegantes e bem-iluminados contam com vista para o jardim.

As acomodações da Pouso Alforria apresentam uma decoração com cores aconchegantes e dispõem de TV a cabo, ventilador, cofre e banheiro privativo com chuveiro.

As igrejas coloniais de Santo Antônio e Nossa Senhora das Mercês estão localizadas a 900 m da propriedade. Já a cidade histórica de São João del Rei fica a 14 km da Pouso Alforria.

Investimento

1˚ Lote: Quartos duplos: 10x de R$ 230,00 (R$ 2.300,00)
*até o dia 31 de janeiro

2˚ Lote: Quartos duplos: 10x de R$ 265,00 (R$ 2.650,00)

Formas de pagamento
.À vista: dinheiro ou transferência bancária [10% de desconto]
.Cartão de débito
.Cartão de crédito [valor integral em até 4x]

Atacama |
setembro de 2019


A experiência

Porque o Deserto do Atacama?

Foi lá que tudo começou. Há alguns anos, o casal de fotógrafos Humberto Lemos e Raquel Pellicano tiveram uma experiência marcante no deserto: apesar do lugar incrível e repleto de oportunidades para grandes fotos, o grupo heterogêneo que os acompanhava na viagem tinha interesses distintos: ninguém queria saber da bela luz que acontecia no final da tarde, ou no trailler parado no meio do deserto. Viajar com um fotógrafo pede paciência e empatia com o ato fotográfico, características essas que só outro fotógrafo saberia oferecer.

Depois de rodar por lugares como Rússia, Patagônia, Islândia, Finlândia, Cuba e Japão criando as mais diversas expedições fotográficas, trazemos nossa experiência pessoal para o projeto Trip f/508 – saídas personalizadas, pensadas para valorizar o momento fotográfico, com workshops que envolvem a vivência única de se ver um fotógrafo com pleno domínio na área em ação. Em nossa última viagem, tivemos a oportunidade de andar lado a lado com o fotógrafo documental Daniel Marenco em Havana – hoje, trazemos a possibilidade de acompanhar, conversar e ter o trabalho analisado por um fotógrafo ímpar no domínio da paisagem. Vamos?

Fotografia: Raquel Pellicano

Localizada na província de El Leoa, San Pedro do Atacama é a base para se explorar o Deserto do Atacama. Situada no norte do Chile, faz fronteira com a Bolívia e com a Argentina. Numa mistura de culturas ancestrais e viajantes de todos os lugares do mundo, a cidade exala tranquilidade e preserva ruas de terra e casinhas rústicas erguidas com adobe. À noite a vila conta com algumas boas opções de bares e restaurantes para aqueles que querem recarregar as energias.

Fotografia: Raquel Pellicano

Sobre a Trip f/508

A viagem acontecerá no mês de setembro de 2019:

Saída: 15/09/2019
Retorno: 21/09/2019

Para os participantes da “Trip Atacama 2019″, o f/508 propõe 03 workshops:

+ Fotografia Mobile, com Raquel Pellicano
+ Paisagens Imaginárias, com Humberto Lemos
+ As aquarelas do Deserto do Atacama, com Humberto Lemos

Sobre os professores:

Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade de Brasília (UnB), Raquel Pellicano é fotógrafa e artista visual, com produção autoral e experimentações em linguagem fotográfica. Comercialmente, é especializada em retratos, nu feminino e registros de viagens. Com 31 anos, ministra cursos e oficinas e está à frente do estúdio fotográfico do Espaço f/508. Assinou diversos editoriais de moda, com trabalhos publicados nas revistas Vogue Brasil, Trip, VIP e Playboy. Portfólio: www.raquelpellicano.com 

Fotógrafo fine art, Humberto Lemos tem foco na fotografia minimalista com influência oriental. Atua como coordenador e professor no Espaço f/508 de Fotografia. Realizou a curadoria de diversas exposições e publicações virtuais, e desenvolveu projetos de inclusão social como o Retratando com Alma (2005), oficina fotográfica realizada com deficientes visuais, e o Libertas CAJE (2008), realizado com os internos da instituição. Foi professor da Secretaria de Cultura do Distrito Federal de 2005 a 2007. Portfólio: www.humbertolemos.com

O pacote inclui

. Pré-encontro, com direcionamento em relação à bagagem e dicas
. Transfer do Aeroporto Internacional El Loa para a hospedagem ida e volta
. Hospedagem em San Pedro do Atacama
.Passeios guiados em grupo exclusivo para os seguintes pontos: Vale de la Luna, Vale de la MuerteSalar de AtacamaGeyser El Tatio, Passeio astronômico (a depender do calendário lunar), Piedras Rojas, Lagoas Altiplânicas e Lagoas andinas
. Café da manhã
. Lanches durante os passeios (a depender da duração passeio)
. Workshops presenciais e acompanhamento: Fotografia Mobile, Paisagens Imaginárias e As aquarelas do Deserto do Atacama
. Análises de fotos e direcionamento da produção in loco
. Análise de portfólio  (pós viagem)

*Passagens aéreas não inclusas

Pontos turísticos

Vale de la Luna e Vale de la Muerte: A expedição percorre cavernas, dunas gigantescas, esculturas de pedras e um vale de montanhas onde é possível ver o pôr do sol.

Salar de Atacama:  considerado o maior deserto de sal do Chile, sua branquidão só é quebrada pelas dezenas de flamingos que habitam o local num cenário deslumbrante.

Geyser  El Tatio: é o maior grupo de geyser do hemisfério Sul e o terceiro maior do mundo. Sua água ferve a uma temperatura de 86 graus – ponto de ebulição, devido a grande altitude. O depósito de água se encontra dentro das rochas vulcânicas, coberto por camadas impermeáveis; e algumas falhas levam a água quente até a superfície.

Passeio astronômico: a junção da baixa umidade e a pouca luminosidade artificial na região garantem as condições perfeitas para observar o céu, estrelas cadentes e constelações. O céu no Atacama é limpo por quase 300 dias ao ano, permitindo uma experiência incrível (a depender do calendário lunar).

Piedras Rojas e Lagoas Altiplânicas: visita aos imponentes vulcões Miscanti e Meniques, que se elevam sobre duas lagoas de cor azul – e de mesmo nome dos vulcões. Conheceremos também o Salar de Talar (Piedras Rojas), um corpo salino com uma superfície de 46 km², parte de uma cadeia de vulcões, lagos de sal e cristalinos.

Lagoas andinas: região formada após a erupção do Vulcão Vilama, que deu origem à fauna e flora existentes apenas neste local. Há ainda formações rochosas de 30 a 40 metros de altura, que ao longo dos anos foram moldadas pela ação do vento e do gelo formando silhuetas de monges, chamados Monges de Pacana. Visitaremos a Lagoa Diamante, Salar de Quiesquiro e Salar de Águas calientes.

Figuras geométricas entalhadas na terra recepcionam o viajante no trajeto Santiago – Atacama. O vôo é baixo, a paisagem, alta. O Atacama é um misto de mistério e beleza, de extremos. A cada curva na estrada uma paisagem, em cada paisagem um novo caminho imagético, experiências de tirar o fôlego. O deserto do Atacama é mágico, assim como o seu céu, o seu sol, sua poeira, suas aquarelas.

Chuvas escassas, cenário árido comparável ao encontrado em Marte, o lugar mais seco do mundo. Parece até um paradoxo, mas, com uma descrição como essa, San Pedro do Atacama consegue atrair um número de turistas estrangeiros que não para de crescer. Mesmo recebendo cada vez mais visitantes, o pequeno povoado de 5 mil habitantes não se entrega às modernidades e preserva ruas de terra e casinhas rústicas erguidas com adobe, como nos velhos tempos em que os primeiros atacamenhos viviam na região, há 11 mil anos.

Hospedagem

Localizado no centro de San Pedro de Atacama, o Hotel Kimal está num ponto estratégico da atividade local: a rua Caracoles é a principal via de San Pedro de Atacama e nela só podem passar pedestres. Essa rua concentra grande parte do comércio da vila, bem como restaurantes, lojinhas de presentes, diversas agências turísticas, mini mercados e alguns hotéis.

A via costuma ser movimentada, sobretudo pela noite, quando muitas pessoas estão voltando dos passeios ou procurando um local para jantar. Ao longo de sua viagem, você provavelmente passará diversas vezes pela Caracoles.

No hotel, teremos a opção de quartos triplos e duplos, com uma estrutura que contém wifi gratuito, café da manhã, traslado para o Aeroporto, área de lazer com piscina, e até mesmo serviço de massagem (adicional).

Investimento

Quartos triplos: 10x de R$770,00 (R$7.700,00)
Quartos duplos: 10x de R$885,50 (R$8.855,00)

2º lote válido até o dia 15 de junho de 2019

Formas de pagamento
.À vista: dinheiro ou transferência bancária [5% de desconto]
.Cartão de débito
.Cartão de crédito [valor integral em até 10x]

Prática Continuada
em Retrato

Em andamento
3 vagas disponíveis

Encontros quinzenais às segundas-feiras de 19h às 21h

Sobre o programa

Prática continuada em Retrato é um grupo voltado para prática fotográfica de pessoas. Construímos duas sessões fotográficas em grupo por mês: trazendo sempre diferentes modelos, diferentes dinâmicas, produções e conceitos. Todos os encontros são essencialmente práticos.

A maioria das práticas são em nosso estúdio, com diversas propostas de iluminação, produção e modelos. O Clube funciona para fotógrafos profissionais e amadores que querem elaborar portfólio, praticar fotografia de forma recorrente e exercitar direção de pessoas. A ideia é alternar entre retratos autorais, comerciais, de moda e conceituais.

Pré requisito: Possuir câmera e domínio de fotometria.

Foto: Naiara Pontes

Estrutura do estúdio

. 3 tochas (2 de 200W + 1 de 400W) com luz contínua e flash de estúdio
. 1 radioflash para Nikon/Canon ou cabo de sincronismo (para fullframe)
. softbox grande, softbox médio, beauty dish, panela
. fundo infinito branco + fundo cinza sem rodapé + parede de tijolinho
. ar condicionado/ aquecimento
. 1 rede bem confortável!
. 1 sofá bem confortável!
. Banheiro exclusivo
. biombo + espelho
. pufes e cadeiras

Inscrições

Para fazer parte do Prática continuada em Retrato, o interessado deve enviar um e-mail para cursos@f508.com.br solicitando a sua participação.

Mensalidade

A mensalidade é de R$ 160,00 com pagamento automático no Pagseguro.
A assinatura pode ser cancelada a qualquer momento depois dos 3 meses iniciais.

Todas as fotos presentes nessa postagem foram feitas ao longo da Prática Continuada em 2017 e 2018, seguem mais algumas:

Curso Básico de Fotografia Intensivo [noite]
| 27/01

Início:  27 de janeiro de 2020
Horários
Segundas e quartas: das 19h às 21h (aulas teóricas)
Sábados: das 10h às 12h (aulas práticas)
Total: 6 aulas
Duração: 2 semanas
Carga horária: 12 h/aula


Nível de exigência: iniciante
Pré-requisitos: nenhum
Público alvo: todos que querem entrar no mundo da fotografia e ter domínio da câmera fotográfica no modo manual.

O Curso Básico de Fotografia do Espaço f/508 é composto por aulas expositivas e exercícios práticos, visando ao domínio completo da técnica fotográfica essencial para a construção de imagens, além de abranger conceitos importantes de composição, estruturação fotográfica. Oferece também uma introdução à formação cultural e visual fundamental para quem procura a fotografia como profissão ou meio de expressão pessoal.

**Apostila e certificação.
*Disponibilizamos câmeras DSLR em sistema de rodízio e monitoria para as aulas práticas.

Programa do curso

.Surgimento da fotografia;
.Princípio de formação da imagem numa câmara escura;
.Diferentes tipos de câmeras;
.As diferenças e as semelhanças da fotografia analógica e da digital;
.Funcionamento e uso da câmera;
.Diafragma;
.Obturador;
.Sensibilidade (ISO);
.Uso do fotômetro;
.Objetivas (distância focal);
.Temperatura de cor e balanço de branco;
.Conceitos básicos de composição;
.Percepção da luz;
.Macrofotografia;
.Panning e zooming;
.O arquivo digital: compactação e formatos de arquivos;
.Introdução ao tratamento de imagem;
.Análise do material produzido;
.Orientação para aquisição de câmeras;

Professor

Com formação acadêmica em jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Rafael Nascimento é fotógrafo e trabalha comercialmente com eventos sociais e corporativos. Já atendeu clientes como Confederação Nacional da Indústria (CNI), Conselho Federal de Fonoaudiologia (CFFa), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), entre outros. Desde 2015, integra a equipe de professores que ministra os cursos regulares, intensivos e particulares do Espaço f/508.


Investimento

1º lote: 3x de R$204,33 (R$ 613,00 até o dia 18 de janeiro de 2020)
2º lote: 3x de R$ 240,00 (R$ 720,00 até o início do curso ou enquanto houver vaga)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Curso Básico de Fotografia Intensivo [tarde]
| 27/01

Início: 27 de janeiro de 2020
Horários
Segundas e quartas: das 14h às 17h (aulas teóricas e práticas)
Total: 4 aulas
Duração: 2 semanas
Carga horária: 12 h/aula


Nível de exigência: iniciante
Pré-requisitos: nenhum
Público alvo: todos que querem entrar no mundo da fotografia e ter domínio da câmera fotográfica no modo manual.

O Curso Básico de Fotografia do Espaço f/508 é composto por aulas expositivas e exercícios práticos, visando ao domínio completo da técnica fotográfica essencial para a construção de imagens, além de abranger conceitos importantes de composição, estruturação fotográfica. Oferece também uma introdução à formação cultural e visual fundamental para quem procura a fotografia como profissão ou meio de expressão pessoal.

**Apostila e certificação.
*Disponibilizamos câmeras DSLR em sistema de rodízio e monitoria para as aulas práticas.

Programa do curso

.Surgimento da fotografia;
.Princípio de formação da imagem numa câmara escura;
.Diferentes tipos de câmeras;
.As diferenças e as semelhanças da fotografia analógica e da digital;
.Funcionamento e uso da câmera;
.Diafragma;
.Obturador;
.Sensibilidade (ISO);
.Uso do fotômetro;
.Objetivas (distância focal);
.Temperatura de cor e balanço de branco;
.Conceitos básicos de composição;
.Percepção da luz;
.Macrofotografia;
.Panning e zooming;
.O arquivo digital: compactação e formatos de arquivos;
.Introdução ao tratamento de imagem;
.Análise do material produzido;
.Orientação para aquisição de câmeras;

Professor

Télio Pacheco desenvolve pesquisas sobre processos fotográficos históricos, adotando uma mistura de técnicas tradicionais e contemporâneas na criação da imagem. Como especialista em gerenciamento de projetos, adota metodologia específica na elaboração e condução dos trabalhos fotográficos que utilizam as técnicas Pinhole, Cianotipia e Goma Bicromatada.  O professor tem em seu currículo exposições individuais e coletivas em Brasília.


Investimento

1º lote: 3x de R$204,33 (R$ 613,00 até o dia 18 de janeiro de 2020)
2º lote: 3x de R$ 240,00 (R$ 720,00 até o início do curso ou enquanto houver vaga)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Laboratório de Contos | Turma 02
| 30/01

Turma 02
Início: 30 de janeiro de 2020
Horário: quintas-feiras, de 19h às 22h

Duração: 1 mês
Carga horária: 12 h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público alvo: escritores, artistas, jornalistas, roteiristas, blogueiros, interessados e curiosos em praticar e aperfeiçoar a escrita

O Laboratório de Contos surge como um desmembramento do curso Escrita Criativa, em que os participantes exploram, na teoria e na prática, as principais características do conto ocidental moderno e contemporâneo. Nos quatro encontros do Laboratório, a prática será o fio condutor: o objetivo é estimular a escrita de contos, bem como, por meio das discussões de cada um dos textos produzidos pelos alunos, aperfeiçoar técnica, estilo e, também, a forma com que se lê textos literários.

OBS: Para a primeira aula, os alunos devem já ter lido os contos escolhidos pelo professor (a serem enviados por email) e levar um pequeno trecho de texto não literário de que gosta, para servir de mote para a produção dos contos futuros.

Programa do curso

Aula 1 – discussão de contos (ainda a ser definido pelo professor)
Aula 2 – discussão dos contos produzidos pelos alunos
Aula 3 – discussão dos contos produzidos pelos alunos
Aula 4 – discussão dos contos produzidos pelos alunos

Professor

Tiago Velasco é escritor e professor do curso de Teoria, Crítica e História da Arte na UnB. Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio, ministra cursos de escrita criativa. É autor dos livros de contos Petaluma (Ed. Oito e Meio), Microficções (publicação artesanal) e Prazer da Carne (Ed. Multifoco), além do livro de não ficção Novas dimensões da cultura pop (Ed. Multifoco). Também participou de diversas coletâneas de contos. Em 2019, foi um dos vencedores do concurso de contos LER Novos Autores; em 2015, conquistou o 4º lugar no Prêmio Off Flip de Literatura na categoria contos.


Investimento

1º lote: 2x de R$ 175‬,00 (R$ 350,00)
2º lote: 3x de R$ 201,25‬ (R$ 402,50)

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Fluxo de trabalho e tratamento de imagem: Adobe Lightroom | 03/02

Início: 03 de fevereiro de 2020
Horários: segundas e quartas, das 19h às 21h

Total: 5 aulas
Carga horária: 10h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: noções de informática, notebook e software Lightroom Classic instalado
Público alvo: fotógrafos amadores ou profissionais que querem aprender e praticar tratamento de imagem e fluxo de trabalho dentro do software Lightroom.

Voltado para fotógrafos amadores e profissionais sem experiência prévia em tratamento de imagem, o curso tem como objetivo fornecer aos participantes ferramentas para que tenham um bom desempenho e compreensão sobre o processo e os conceitos inerentes a este aprendizado. O curso também compreende o aprimoramento de processos de organização, classificação e fluxos de trabalho com imagens, mostrando ferramentas úteis para tornar o dia-a-dia mais ágil em uma realidade onde a criação de fotografias é volumosa e extensa.

Professora

Camilla Rosa é fotógrafa e sócia do Espaço f/508 de Cultura. Com produções comerciais e autorais, trabalha com a fotógrafa e artista Raquel Pellicano no comando do Estúdio f/508, coordenando a monitoria e a prática de retrato em estúdio. Com 30 anos, atua em Brasília; comercialmente, é especializada em retratos, principalmente de nu feminino, gastronomia e tratamento de imagens. Atua também com fotografia de esportes.

Programa do curso

  • Tratamento de imagens usando Lightroom CC
  • Workflow: organização, gerenciamento, classificação e seleção de arquivos
  • Coleções, coleções inteligentes, palavras chave
  • Apresentação da interface e suas ferramentas
  • Corte
  • Correção de perspectiva
  • Histograma
  • Criação e utilização de pré-definições
  • Fotografia P&B
  • Fotografia em cor
  • Distorção
  • Contrastes
  • Tratamento de pele
  • Atalhos
  • Tipos de arquivo
  • Gerenciamento de Cores
  • Balanço de branco, exposição, contraste, saturação, cores, nitidez
  • Correções de lente
  • Curvas
  • Limpeza da imagem: Remoção de sujeira do sensor
  • Filtro radial
  • Máscara de ajuste pontual
  • Filtro graduado

Investimento

1º lote: 3x de R$256,66 (R$ 770,00 até o dia 18 de janeiro de 2020)
2º lote: 3x de R$ 295,00 (R$ 885,00 até o início do curso ou enquanto houver vaga)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Oficina de
Fotografia Mobile | 13/02

Data: 13 de fevereiro de 2020
Horário: 19h às 21h

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: celular com câmera
Público-alvo: interessados em utilizar o celular como ferramenta para a fotografia

Os smartphones democratizaram a fotografia, trazendo um universo amplo de possibilidades à palma da mão do fotógrafo amador. Com a praticidade de uma câmera compacta, suas limitações e qualidades, a fotografia de celular pode ser utilizada para a realização de diários fotográficos, registros informais familiares e até mesmo fotografias comerciais.

A oficina proporciona um contato com noções de composição imagética, enquadramento, tratamento de imagem e filtros, além de abordar questões relacionadas ao compartilhamento de fotos e ideias.


*A série fotográfica que ilustra a oficina foi inteiramente criada com um dispositivo Samsung Galaxy S4.

Professora

Camilla Rosa é fotógrafa e sócia do Espaço f/508 de Cultura. Com produções comerciais e autorais, trabalha com a fotógrafa e artista Raquel Pellicano no comando do Estúdio f/508, coordenando a monitoria e a prática de retrato em estúdio. Com 30 anos, atua em Brasília; comercialmente, é especializada em retratos, principalmente de nu feminino, gastronomia e tratamento de imagens. Atua também com fotografia de esportes.


Investimento

1º lote: R$ 145,00 (até o dia 06 de fevereiro de 2020)
2º lote: R$ 170,00 (até o dia de início da oficina ou enquanto houver vaga)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito
  • .Cartão de crédito [presencial]

Pós-Graduação Lato Sensu
em Fotografia | 2020

Início: 02/03/2020
Segundas e quartas: de 19h às 22h
Carga horária: 420 horas/aula

Nível de exigência: avançado
Pré-requisitos: possuir certificado de graduação reconhecido pelo MEC, e entrevista pré-agendada
Público alvo: voltado para graduados em fotografia, arquitetura, artes visuais, publicidade, audiovisual, jornalismo, antropologia, letras e demais áreas de humanas, o curso abordará uma linguagem multi e inter disciplinar, focada na formação intelectual e no escoamento da produção de projetos imagéticos conceitualmente estruturados.

A Pós-Graduação em Fotografia como Suporte para a Imaginação possui módulos correlacionados, nos quais o aluno é introduzido ao estudo da imagem e suas múltiplas possibilidades de criação e suportes, buscando o desenvolvimento de diferentes projetos fotográficos. Abordam-se diversas áreas e poéticas visuais, de maneira a fornecer ferramentas para a busca de uma linguagem autoral com o embasamento e conhecimento necessários para a criação consciente de imagens carregadas de signos.

A partir do momento em que se entende o ato de criação fotográfico como multidisciplinar, o aluno passa por um processo imersivo de interação e estudo de áreas como cinema, literatura, antropologia visual, artes plásticas, fotografia documental e contemporânea, além de processos históricos e alternativos de construções imagéticas.


Grade Curricular

1° Semestre: 02/03/2020 a 22/06/2020

  • Linguagem e semiótica
  • Estética da linguagem
  • Processo criativo
  • História da arte moderna e contemporânea

2° Semestre: 04/08/2020 a 18/11/2020

  • Poéticas da imagem: fotografia e literatura
  • Narrativas fotográficas
  • Processos históricos, alternativos e manuais da fotografia
  • Poética cinematográfica: estudos da linguagem audiovisual

3° Semestre: 08/03/2021 a 23/06/2021

  • Antropologia visual
  • Fotografia como suporte para a arte contemporânea
  • Fotografia documental contemporânea
  • Metodologia e desenvolvimento de pesquisa

4° Semestre: 02/08/2021 a 17/11/2021

  • Estudo de Expografia
  • Criação de Projetos Imagéticos
  • Processos Curatoriais
  • Trabalho de conclusão de curso

Corpo Docente (a confirmar)

Alexandre Dafoe de Aguiar

Nascido em Piracicaba, interior de São Paulo. Desde criança se interessa por fotografia e seu funcionamento, sempre brincando com o mundo de ponta-cabeça da câmera reflex que pegava escondido da mãe. Sua primeira câmera foi uma Kodak Sport 25mm. Na faculdade frustrou-se com as novas câmeras digitais automáticas (point and shoot) e foi fazer workshops de fotografia PB 35mm na Rhode Island School of Design, onde se apaixonou pela fotografia analogica química. É formado em administração hoteleira pela Johnson & Wales University em Providence, Rhode Island, EUA, em Relações Internacionais pela George Washington University, Washington D.C., EUA, e com especialização em Língua e Cultura Russas pela Universidade Estatal de São Petersburgo, na Rússia . Em 2008, no final da segunda graduação, retomou a prática da fotografia em 35mm  e foi apresentado aos processos históricos alternativos. Desde então tem se dedicado à pesquisa e ensino desses processos. Trabalhou com programas governamentais de educação em áreas de conflito no Brasil e no exterior até 2017, quando decidiu se dedicar à fotografia e outros projetos.

Bruna Neiva

Bruna Neiva é artista visual, pesquisadora em arte e produtora cultural. Possui mestrado na linha de Poéticas Contemporâneas do Instituto de Artes pela Universidade de Brasília, onde aprofundou sua pesquisa em arte contemporânea, linguagem e memória, voltada para a fotografia e performance. Iniciou sua formação em Comunicação Social na Universidade de Brasília, tendo trabalhado como fotojornalista em veículos como o Jornal de Brasília. O trabalho de Bruna Neiva transita pela performance e tem a fotografia como suporte para suas ações. Em sua obra, a artista se reporta à inconcretude da realidade e a solidez do sonho como matérias poéticas. Bruna Neiva dedica-se também à realização de projetos como exposições, prêmios e ações em arte-educação que pensam a arte como vetor de resistência e caminho para proposições sociais, políticas e do afeto.

Cinara Barbosa

Pesquisadora, consultora e curadora independente de arte. É pósdoutora e mestre pelo Instituto de Arte da Universidade de Brasília (UNB) com ênfase em arte contemporânea e tecnológica e bacharel em Jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É diretora artística do Elefante Centro Cultural (DF), espaço autônomo de artes visuais e membro do Conselho Curatorial da Galeria Espaço Piloto (Instituto de Artes – Departamento de Artes Visuais da UnB). É idealizadora do BSB Plano das Artes, ganhador do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) 2016/2017, projeto que envolve espaços independentes e ateliês de Brasília com foco na formação de arte educadores para o circuito autônomo das artes na cidade. Dedica-se também à consultorias de acompanhamento crítico para artistas. Foi ganhadora do Prêmio Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Crítica em Artes Visuais 2010, com o projeto de pesquisa sobre curadoria O Pensamento do curador. E recebeu o Prêmio Petrobrás Cultural 2008⁄2009 para realização do Festival Internacional de Arte e Mídia (FAM), como membro do coletivo CibOrg. De 2003 a 2005, foi Coordenadora Adjunta do FotoRio – Festival Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro, do qual foi idealizadora, junto com Milton Guran.

Marco Antônio Vieira

Marco Antônio Vieira é Doutor em Arte, na linha de Teoria e História da Arte, pelo Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da UnB. Sua tese “História(s) da Arte e o Sintoma Alegórico: Por uma Releitura de Winckelmann” foi a selecionada para concorrer ao Prêmio Capes de Tese 2019 na área de Artes Visuais pelo PPG-ARTE do VIS/IdA/UnB. É Mestre em Teoria Literária com a dissertação “De um Lacan em Lituraterra: Pintescritura em W(o)Wolf e Green(a)Way”, pelo Departamento de Teoria Literária e Literaturas do Instituto de Letras da UnB. Coordenou a Graduação em Design de Moda do Centro Universitário IESB,de sua abertura em 2007 a 2016. O curso foi reconhecido com a nota máxima do MEC em 2011. Atuou como docente em nível de Pós-Graduação nos Centros Universitários Belas Artes e SENAC, em São Paulo, e no Nordeste. Atualmente ocupa o cargo de Professor Substituto na área de Teoria e História da Arte do curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Uberlândia.Atua como curador independente desde 2007 e tem em seu currículo exposições de artistas como Rubem Valentim, Athos Bulcão, Vik Muniz, entre outros. Sua pesquisa ocupa-se das motivações desejantes que marcam a discursividade em torno dos objetos, fenômenos e manifestações da arte.

Denise Camargo

Fotógrafa com trajetória em ensino e pesquisa no campo das artes visuais. É doutora em Artes (Instituto de Artes/Unicamp), mestre em Ciências da Comunicação (Escola de Comunicação e Artes/USP) e tem estudos pós-graduados realizados na Universidade de Navarra, Espanha. É professora-adjunta do Departamento de Artes Visuais – IdA/UnB, onde leciona temas relativos às práticas fotográficas, à fotografia brasileira nos cursos de graduação e às poéticas contemporâneas no Programa de Pós-graduação em Arte. Coordena a Galeria Espaço Piloto, equipamento cultural do Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Seu tema são os processos criativos, a imagem nas matrizes afro-brasileiras e abordagens de arte e tecnologia. Atua também na cadeia produtiva da Economia da Cultura com ênfase em concepção e gestão de projetos socioculturais, realiza exposições de seus trabalhos e curadorias. É membro do comitê de seleção do 6X6 Global Talent Program da Associação World Press Photo. Foi docente do Bacharelado em Fotografia do Centro Universitário Senac, onde também foi coordenadora da pós-graduação em fotografia (2000-2011). Nasceu em São Paulo – SP, e desde 2009 vive e trabalha em Brasília – DF.

Monica Nassar

Monica Nassar graduou em Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), em 2012. Durante seu ensino superior, deu início aos seus estudos de canto, dança e teatro na Escola de Teatro Musical de Brasilia (ETMB) no ano de 2009, onde participou como atriz em diversas montagens musicais e permaneceu até 2012. Durante um sabático, em 2013, finalizou o Curso Profissionalizante de Fotografia, no Espaço f/508 de Fotografia, em Brasília. Pós graduou em Análise Ambiental e Desenvolvimento sustentável em 2014, ainda pela instituição UniCEUB. Em seguida, mudou-se para a cidade de São Paulo, onde começou a atuar como pesquisadora em produtoras audiovisuais, entre elas a Academia de Filmes, GOS Catala Filmes, Your Mama, Sentimental Filmes e outras. Atuou também como Diretora de Arte, realizando campanhas para agências como F.biz, NBS, Ogilvy e África. Cursou Cenografia na Escola São Paulo em 2014, onde produziu em coletivo o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Cenografia de Praga, em 2015, mesmo ano em que participou da equipe de pesquisa da exposição do multiartista Tadeu Jungle na Sala do Humano do Museu do Amanhã. Usou suas habilidades multidisciplinares para compor equipes nas mesas independentes da Mesa e Cadeira, trabalhando com os ciborgues Neil Harbisson e Moon Ribas na construção do WeTooth, o primeiro aparelho de comunicação intra-dental do mundo, em 2016 e com o fundados do Kickstarter, Perry Chen, na publicação do livro “A bridge to a bad star” sobre o desastre de da base espacial de Alcântara, no Maranhão. No ano de 2017 completa a sua pós graduação em Cenografia e Figurino, na Universidade Belas Artes de São Paulo, onde produz o aplicativo Adelaide, para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos, em geral. Em 2018, retorna para Brasília, para participar efetivamente da sociedade no Espaço f/508 de Fotografia, onde realiza projetos expográficos, leciona e coordena a gestão financeira.

Raisa Pina

Raisa Ramos é historiadora da arte, doutoranda em Artes pela UnB, onde desenvolve pesquisa sobre desigualdade racial na formação da instituição artística no Brasil, com foco na trajetória de Estevão Roberto da Silva (1844-1891) durante seu exercício na Academia Imperial de Belas Artes. Mestra em Artes pela mesma instituição. Foi orientadora acadêmica do curso de Especialização em História e Cultura Afro-brasileira e Africana da Universidade Federal de Goiás (UFG). Graduada em Comunicação Social pela UFG. Interessa-se por aproximações entre cultura, política e direitos humanos. Como jornalista, colabora com veículos nacionais, publicando artigos opinativos sobre seus temas de interesse. Atua no monitoramento de projetos e no controle de resultados do Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do DF. É, também, professora na nossa Pós-graduação Lato Sensu em Fotografia como Suporte para a Imaginação.

Ludimila Menezes

É poeta, doutora em literatura pelo Departamento de Teoria Literária e Literaturas da UnB com estudos de dez meses na Université Paris-Sorbonne IV, foi professora substituta de Teoria da Literatura na UnB e publicou diversos ensaios em periódicos e livros acadêmicos.

Anne Mendes

Designer, musicista, professora e pesquisadora, Anne Mendes faz mestrado no Programa de Pós Graduação em Design da Universidade de Brasília (UnB) com foco em Design de Interação e Informação, é especialista em Artes Visuais: Cultura e Criação pelo Senac e bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Designer há mais de 14 anos, seu trabalho e pesquisa giram em torno de percepções sensoriais, improviso, processos de criação e estímulos criativos, assim como em formas empáticas de resolução de problemas. Por acreditar que a aprendizagem é um ato contínuo que deve romper as barreiras da sala de aula, tenta trazer a vida e os interesses de cada indivíduo como elementos primordiais no processo de ensino e documentação do conhecimento.

Josianne Diniz

É mestra em Comunicação na Linha Imagem, Som e Escrita pela Universidade de Brasília (UNB), Graduanda em Comunicação Social em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UNB). Atua nas áreas de Cinema Brasileiro, Teoria Estética do Cinema, História do Cinema, Fotografia e Linguagem Sonora e Teorias da Comunicação. Pesquisa acadêmica voltada para o cinema brasileiro e suas relações entre identidade, imaginário, representação, análise da história a partir do cinema. Desenvolve pesquisa também em Documentário, com ênfase em documentário ficcional e documentário brasileiro contemporâneo. Membro do Núcleo de Estudos e Produção Digital em Linguagem Sonora, NEPLIS, grupo vinculado ao Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). 

Samira Rabello

Nascida e criada no Rio de Janeiro, após passar 7 anos fora, mudou-se para Brasilia, onde já reside há seis anos. Acredita nas construções do pensamento pela interdisciplinaridade, se interessa nas aproximações entre arte, antropologia e psicologia. Tem grande interesse na pesquisa sobre cultura da imagem como processo subjetivação e revisionismo histórico, com foco nos efeitos das imagens e suas sobrevivências nas sociedades modernas. Pesquisadora, Mestre em Artes pela UnB, com pesquisa em semiótica visual sobre imagens em movimento e instalações de arte e Doutoranda, também em Artes pela UnB, com outra pesquisa em revisionismo histórico e cultura da imagem acerca do corpo e das construções arquetípicas com foco no feminino. Realizou curadorias independentes (RJ – DF) e iniciou sua carreira na área sócio-cultural, como Coordenadora de Comunicação do Ponto de Cultura na ONG Viva Rio (RJ).Também atuou com projetos culturais, onde realizou ações e projetos de cinema itinerante para debates com jovens de comunidade do Rio de Janeiro. Atuou como fotógrafa em estúdio (modelo e produtos), e em um site sobre curiosidades históricas da capital carioca.


Ementas

Linguagem e semiótica

Inquietações e debates acerca da atual produção imagética contemporânea, questionamentos inerentes à arte contemporânea, estrutura conceitual vs. a estética da imagem, investigação de signos e conceitos da imagem intertextual, teorias imagéticas de Jakobson, Barthes, Sontag, Sartre Mircea Eliade e Bourdieu, Peirce e o sistema das imagens e dos signos

Estética da linguagem

Imaginário, conceito de estética, experiência estética, reflexão crítica criativa, identificação de movimentos e linguagens culturais, construção de estéticas, imagem e identidade, imagem e tempo, imagem e memória, imagens literárias.

Processo Criativo

Exercícios e técnicas de processo criativo, atividades inter-relacionadas, experimentação de ferramentas e materiais, componentes de pensamento, estímulos ao desbloqueio, técnicas para formatação de ideias e estudo da criatividade.

História da arte moderna e contemporânea

Leitura de imagens a partir da compreensão de processos históricos de construção de linguagens plásticas e significados, fotografia e artes plásticas, perspectivas históricas a partir do renascimento e vanguardas.

Poéticas da imagem: fotografia e literatura

Interpretações dos textos literários de ficção, prosa e ensaística por meio da fotografia; Fundamentos da Literatura: delimitações do campo literário; Literatura e imagem; Inserção das imagens fotográficas no interior da obra literária como tema; Poesia e fotografia; A fotografia como suporte poético; Exercícios de crítica.

Poética cinematográfica: estudos da linguagem audiovisual

Cinema, “a máquina de sentimento”; linguagem cinematográfica; a imagem-movimento e a imagem-tempo; o olhar fenomenológico do cinema, teoria estética do cinema e audiovisual.

Processos históricos, alternativos e manuais da fotografia

Concepção de imagem por meios históricos, processos analógicos, prática em laboratório, cianotipia, goma bicromatada, marrom van dyke, possibilidades de pigmentos e suportes, desdobramentos estéticos.

Narrativas fotográficas

Fotografia x realidade, o extra-quadro, narrativas sequenciais x não-sequenciais, fotografia seriada, noções espaço x tempo na imagem fotográfica, o corte temporal, o corte espacial, estética do desaparecimento, os espaços discursivos da fotografia, a fotografia como texto, a fotografia como arte da memória.

Antropologia Visual

O percurso da antropologia visual, referências imagéticas, etnografia e fotografia – o uso da imagem no campo da Antropologia, a fotografia como instrumento de pesquisa e suas relações com a construção de sentido na História, codificação e decodificação das imagens fotográficas e seu processo de produção, campo discursivo da imagem, imagem fotográfica como instrumento de linguagem e documentação.

Fotografia documental contemporânea

Fotografia documental clássica, fotografia documental imaginária, fotografia documental social, fotografia documental antropológica, temas sociais, impressões sobre o mundo e registros cotidianos, estrutura clássica do documentarismo, conceitos de verdade, objetividade e credibilidade, novas formas de documentação, construção e apropriação do realismo.

Fotografia como suporte para a arte contemporânea

Práticas e técnicas adotadas pelos fotógrafos na produção contemporânea de fotografia, leitura de imagens, estratégias contemporâneas de articulação de conteúdo, fotografia e performance, fotografia e subjetividade, questões políticas relacionadas à imagem.

Criação de projetos imagéticos

Reflexão teórica e prática em ateliê, experimentação, conceito atrelado à imagem, introdução à formulação de projeto, execução de projeto individual.

Estudo de expografia

Marcel Duchamp ou a lógica do ato, dadaísmo e surrealismo, a foto-instalação e a escultura fotográfica, mistura polifônica dos materiais e dos signos, cenografia, o papel do suporte e do meio para a apresentação de conteúdos imagéticos, o histórico da expografia e a polivalência do artista, a posição sócio-espacial do artista.

Processos curatoriais

Identidade e processos curatoriais, organização e montagem de projeto artístico, pesquisa e edição de acervos, conexões poéticas,  museografia, design e montagem, difusão e memória, conceito de museu e museologia, papel do curador, reflexões sobre a prática curatorial.

Metodologia e desenvolvimento de Pesquisa

Elaboração de projeto de pesquisa, os aspectos formais, concepção e estruturação; a construção da amostra, análise do objeto, o resultado, a estruturação do texto, relação entre projeto e memorial.

Trabalho de Conclusão de Curso

Pesquisa e produção de projeto e de ensaio reflexivo orientado por um professor. Acompanhado por painel de discussão, sem efeito de menção, composto por convidados do professor.

Certificado reconhecido pelo MEC.
Esse programa é oferecido em aliança acadêmica entre a Faculdade Unyleya e o Espaço f/508.


Tem interesse no curso? Entre em contato através do e-mail  cursos@f508.com.br!

Investimento

2º lote: R$ 14.256,00 | em até 24x de R$ 594,00 (até 31 de dezembro de 2019)

3º lote: R$ 15.840,00 | em até 24x de R$660,00 (até o início do curso ou enquanto houver vaga)



Formas de pagamento

  • . Boleto bancário: valor integral em 1+23x (entrada em dinheiro, cartão de débito ou transferência bancária)
  • . À vista: 10% de desconto (dinheiro, cheque ou transferência bancária)

A Natureza do Filme
| 02/03

Animal Locomotion, Eadweard Muybridge

Início: 02 de março de 2020
Horário: segundas e quartas, das 19h às 21h

Total: 6 aulas
Duração: 3 semanas
Carga horária: 12h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público alvo:  interessados em se aprofundar nas teorias da linguagem cinematográfica, estudantes e profissionais de cinema, jornalismo, publicidade.

Afinal, o que é o cinema? Uma linguagem narrativa ou uma poética das imagens? Quais são os seus elementos constituintes fundamentais? A Natureza do Filme quer apresentar todas as facetas da arte cinematográfica: sua interseção com as outras artes, os modelos narrativos, não-narrativos e híbridos, assim como questionar o mito do filme como “uma história bem contada”. O curso pretende nos ajudar a “ver um filme” através da análise das imagens e do discurso narrativo. A aula também pretende discutir como surge um filme.

Através do método de exposição teórica, da análise de pinturas, de fotografias, de de trechos de filmes, pretendemos fazer o participante desenvolver uma profunda e prazerosa compreensão da arte do filme.

Programa

  • Semelhanças e dessemelhanças entre a imagem pictórica e a imagem cinematográfica;
  • Construção das cenas (imagem, ritmo, cenários, jogo dos atores)
  • Edição/montagem como a especificidade cinematográfica fundamental
  • Atributos da ideia e da essência da linguagem audiovisual.

Professor

Sérgio Moriconi é cineasta, professor, sociólogo e crítico de cinema. Dirigiu curtas, entre eles, Athos, homenagem ao artista Athos Bulcão. Colaborou no roteiro decurtas e longas. É o criador e curador do Slow Filme – Festival Internacional de Cinema, Alimentação e Cultura Local, que acontece anualmente na cidade goiana de Pirenópolis. É autor do livro Cinema – Apontamentos Para Uma História. Foi o programador do Cine Brasília e integrou durante vários anos a comissão curadora do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Homem com câmera na mão, Dziga Vertov


Investimento

1º lote: 3x de R$ 237,67 (R$ 713,00 até o dia 21 de fevereiro de 2020)
2º lote: 3x de R$ 273,32 (R$ 819,95 até o início do curso ou enquanto houver vagas)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.