Filosofia da Fotografia – Módulo I | ON-LINE E AO VIVO | 02/03

Imagem de capa: Raquel Pellicano

Início: 02 de março de 2021
Horário: às terças e quintas, das 15h às 18h
Total: 8 aulas, 24 horas/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: Todas as pessoas interessadas no tema



Ao longo da história da filosofia ocidental, a experiência da visão propiciou a filósofas e filósofos a formulação de teorias no âmbito da arte. Com o surgimento da fotografia, com a Revolução Industrial e os avanços tecnológicos, a arte e a fotografia entrelaçaram-se com questões metafísicas, éticas e políticas. O curso irá inserir os participantes na linguagem filosófica para a compreensão dos principais conceitos sobre a imagem fotográfica.

Programa

Encontro 1 

Introdução à filosofia da fotografia 

Introdução ao método filosófico e o surgimento da filosofia da fotografia. Obra indicada: Fotografia e história, de Boris Kossoy. 

Encontro 2 

A criação de conceitos na perspectiva de Roland Barthes 

Compreender o conceito de punctum e o conceito de câmera clara.

Filosofia e estudo de caso I 

Estudo de caso colocando em prática os conceitos assimilados na filosofia de Barthes. 

Obra utilizada: Câmera clara, de Roland Barthes. 

Encontro 3 

A relação entre o/a fotógrafo/a e o aparelho 

Estudo acerca teoria de Vilém Flusser sobre a fotografia, acentuando a luta entre o/a fotógrafo/a e o aparelho, tal como essa relação desenvolve-se no domínio da filosofia da fotografia. 

Filosofia e estudo de caso II Estudo de caso com base nas análises e críticas de Vilém Flusser. Obras utilizadas: Ensaio sobre a fotografia de Vilém Flusser.

Encontro 4 

A imagem como resposta ao totalitarismo. 

Introdução aos conceitos artísticos elencados por Walter Benjamin para responder ao contexto histórico do nazismo, capitalismo e ao período de guerra iminente. 

Filosofia e estudo de caso III 

Estudo de caso com base nas análises de Walter Benjamin sobre a reprodutibilidade da imagem. 

Obras utilizadas:

Ensaios: Pequena história da fotografia e A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica, de Walter Benjamin. 

Encontro 5 

Fotografia e fascismo 

Investigar elementos encontrados em uma estética fascista, de acordo com Susan Sontag. 

Filosofia e estudo de caso IV 

Estudo de caso com as imagens fotográficas da fotógrafa Leni Riefenstahl.

Obras utilizadas: 

Ensaios: Fascinante fascismo, de Susan Sontag.

Encontro 6 

Fotografia e propaganda 

Análise da propaganda e suas finalidades dentro de um regime fascista.

Filosofia e estudo de caso V 

Paralelo entre imagens da 2ª guerra mundial e dias atuais. 

Obras utilizadas: Origens do Totalitarismo, de Hannah Arendt. Capítulo “O movimento totalitário; A propaganda totalitária”(p. 303 – 318). 

 

Encontro 7

Fotografias que encobrem a dor do outro 

O recorte de mundo pelo fotógrafo/a sob a visão de Susan Sontag. Os conceitos a serem explorados serão: fragmento, legenda e enquadramento. 

Filosofia e estudo de caso VI 

Estudo de caso colocando em prática conceitos propostos pela filósofa Susan Sontag. 

Obras utilizadas: Sobre fotografia. Ensaio: “Estados Unidos, visto em fotos, de um ângulo sombrio”(p. 20-32). 

Obras sugeridas: Diante da dor dos outros, Susan Sontag 

Encontro 8 

Fotografia na contemporaneidade e sua utilização para a guerra 

Análise de imagens para a criação de narrativas sobre quais vidas são passíveis de luto. 

Obras utilizadas: Quadros de guerra, ensaio: “Vida precária, vida passível de luto”, de Judith Butler. (p. 13 – 56) 

Obras sugeridas: Quadros de guerra, ensaio: “Tortura e a ética da fotografia: pensando com Susan Sontag”.(p. 99 – 150) 

Filosofia e estudo de caso VII 

Análise de imagens com base nos critérios de enquadramento de Butler e na criação de narrativas.

Roland Barthes

Professora

Mayã Fernandes é doutoranda em Artes Visuais pela UnB (2019), mestra em Metafísica na linha de pesquisa Estética Antiga: Narrativa, Visualidade e Verdade, pela mesma Universidade (2018), com estágio de pesquisa na UBA (Buenos Aires/ARG) e graduada em Filosofia pela UnB (2016). É crítica de arte, onde atuou durante o ano de 2018 e 2019 na Revista Desvio/RJ, e publicou mais de 30 críticas. Atua como parecerista ad hoc de revistas científicas nas áreas de filosofia, artes e letras. É fundadora da Oribê – editoração, formação, elaboração de material didático e consultoria em educação. É escritora ensaísta e atualmente é colunista da revista literária Ano I: Ensaio. Publicou diversos artigos e ensaios nas áreas de Filosofia, História da Arte e Filosofia da Fotografia.  Para conferir a produção bibliográfica da professora acesse http://www.linhasdefuga.com.br

Além de amável, acessível e participativa, a professora demonstrou conhecimento vivência profundos que ampliaram minha compreensão sobre temas de fronteira para o fazer com ética no mundo contemporâneo.

Tiago Rocha de Almeida

O curso atendeu minhas expectativas, pude adquirir novos conhecimentos e repensar um pouco o fazer fotográfico. Mayã foi uma excelente professora!

Henrique Bulhões

Investimento
R$ 560,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Tretas da Arte Contemporânea com o Tio Virso | ON-LINE E AO VIVO | 23/04

Ulay and Marina Abramović, AAA-AAA, 1978

Início: 23 de abril de 2021
Horários: às sextas-feiras, das 19h às 21h
Total: 4 aulas
Duração: 4 semanas
Carga horária: 8 horas/aula

Pré-requisitos: nenhum
Público alvo:  o curso é aberto a todos que queiram conhecer e entender as tretas da arte contemporânea

Tretas são polêmicas e costumam causar onde quer que apareçam, mas sabe o que é ainda mais sensível, provocável, irritável e excitável que tretas? Arte.

Imagens meramente ilustrativas de tretas antigas.

Mais que uma forma de expressão, comunicação, simbolismo ou estética, arte é um sistema, e como todo sistema, apresenta diversidade de labirintos gosmentos entre uma ponta e outra, e ao longo deste curso iremos explorar as tripas indigestas que jazem sob os belos corpos dos museus, coleções particulares e espaços públicos.

Quem faz arte? Quem diz o que é arte? Quem se beneficia disso? Quem é excluído dessa rodinha? Eu não vou responder nenhuma dessas perguntas de maneira definitiva, mas desdobraremos todas as outras questões que se brotam quando se abrem as Gavetas de Pandora do armário das artes visuais.

O Programa

Aula 1
Tretas teóricas: a (in)determinação da arte
1.1 O que é arte?
1.2 Quem determina o que é arte?
1.3 Quem se beneficia disso?

Aula 2
Tretas econômicas

2.1 A farra do mercado de arte
2.2 A farra do mercado paralelo de roubos e falsificações
2.3 A farra do colecionismo que ainda vai nos destruir

Aula 3
Tretas identitárias

3.1 O pódio e a geladeira do sistema de arte
3.2 Como o sistema de arte perpetua e aumenta a geladeira
3.3 O sistema de arte: uma geladeira conservadora e radical ao mesmo tempo

Aula 4
Tretas políticas

4.1 Arte pelos políticos (ou alguns deles)
4.2 Arte contra os políticos (ou outros deles)
4.3 Arte pela negação da política

O Professor

Vilson André Moreira Gonçalves, divulgador científico e administrador da página História da Arte com o Tio Virso, é graduado em Licenciatura em Artes Visuais pela UEPG e doutor em Comunicação e Linguagens pela UTP. Desde 2008 trabalha como arte-educador na educação básica e no ensino superior, dedicando-se desde 2019 à democratização do conhecimento científico em história da arte nas redes sociais.
Siga o tio Virso:
https://www.instagram.com/tiovirso
https://www.facebook.com/tiovirso

• O curso inclui certificado

• Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar


Investimento
R$ 280,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Fotografia e política: reflexões contemporâneas | ON-LINE E AO VIVO | 30/03

Início: 30 de março de 2021
Horários
Terças e quintas, das 10h às 12h30 (horário de Brasília)
Total: 10 aulas
Duração: 05 semanas
Carga horária: 23 h/aula

Pré-requisitos: básico
Público alvo: estudantes, fotógrafos, artistas, pesquisadores e interessados no tema

O curso “Fotografia e Política” pretende oferecer uma reflexão sobre as relações entre fotografia e questões políticas que envolvem questões referentes a alguns temas como imigração, terrorismo, colonialismo e pós-colonialismo, fornecendo um panorama histórico-antropológico da fotografia como base para um pensamento crítico.

• O curso inclui certificado

• Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Serão apresentados vários pontos de vista fornecido por artistas que põem em relevo suas próprias questões que referem aos problemas e discriminações de gênero, raciais, sociais e econômicas através de suas práticas fotográficas. Nesse sentido, as aulas acompanharão a discussão de textos teóricos de importância para a reflexão fotográfica e, também, contemplará a observação de alguma produção contemporânea de imagens, para que, assim, além da base teórica, encontre-se trabalhos representativos e ilustrativos de questões políticas que contemplem uma grande variedade de discursos que circulam dentro e fora do circuito hegemônico da arte contemporânea. A discussão de tais assuntos mostra-se pertinente e condizente com os debates contemporâneos da arte, da cultura visual, da filosofia e dos estudos pós-coloniais.

Programa

Módulo 1: Fotografia e representação do Outro – Imigração, terrorismo e práticas coloniais. História da Fotografia; Imagens da Ciência com a reprodução de inferioridade racial e de género e suas consequências contemporâneas. Leituras teóricas & observação de fotografias produzidas por artistas contemporâneos

Módulo 2: Fotografia e Performance – A mulher na fotografia e suas reivindicações (sociais, raciais e econômicas). A fluidez de género. A performance e a fotografia enquanto documento. Releituras do colonialismo nas fotografias contemporâneas. Leituras teóricas & observação de fotografias produzidas por artistas contemporâneos.

Professora

Lorena Travassos é Doutorada em Ciências da Comunicação (NOVA, Lisboa), no ramo “Comunicação e Arte”, com especialidade em Fotografia. Mestre em Comunicação (UFPB, Brasil) e fotógrafa. Atualmente é professora de História e Técnicas Fotográficas na Universidade Lusófona, na licenciatura de Fotografia, e investigadora assistente no projeto Photo Impulse (financiado pela FCT-PTDC/COM-OUT/29608/2017). É investigadora integrada do ICNOVA e formadora em cursos livres de projetos fotográficos em Lisboa.


Investimento
R$ 400,00

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta, ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• À prazo: cartão de crédito e PayPal
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.