Oficina de
Fotograma

Imagem da capa de autoria da artista Vanessa Woods

Data: a definir
Horário: 19h às 22h
Carga horária: 03 horas

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: Interessados e curiosos em fotografia analógica e processos similares

Processo criado no século XVIII e que ganhou popularidade com a Bauhaus, o fotograma é o registro de formas e objetos sem uso de câmeras ou lentes, utilizando basicamente luz e papel sensível. Além de entender os conceitos por trás dessa técnica, os alunos farão seus próprios fotogramas e poderão levar seus trabalhos para casa.

Professor

Fotógrafo fine art, Humberto Lemos tem foco na fotografia minimalista com influência oriental. Atua como coordenador e professor no Espaço f/508 de Fotografia. Realizou a curadoria de diversas exposições e publicações virtuais, e desenvolveu projetos de inclusão social como o Retratando com Alma (2005), oficina fotográfica realizada com deficientes visuais, e o Libertas CAJE (2008), realizado com os internos da instituição. Foi professor da Secretaria de Cultura do Distrito Federal de 2005 a 2007. Portfólio: www.humbertolemos.com


Investimento

1º lote: R$200,00 (até o início da oficina ou enquanto houver vaga)

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito
  • .Cartão de crédito [presencial]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

História da Arte Moderna
e Contemporânea

Imagem de capa: A Dança, Henri Matisse

Início: a definir
Horários: a definir
Total: 12 aulas
Carga horária: 24 h/aula

Nível de exigência: intermediário
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: artistas, fotógrafos, pesquisadores e curiosos em estudar sobre História da Arte

Nesse curso, traçaremos um percurso histórico da arte ocidental, desde o Renascimento à contemporaneidade, em diálogo com a teoria, a filosofia e a sociologia da arte. O programa é focado na compreensão da formação das Academias e suas influências no pensamento contemporâneo. Passaremos por vanguardas europeias e por artistas brasileiros, com uma metodologia baseada na leitura de imagens a partir da compreensão de processos históricos de construção de linguagens plásticas e significados.

Programa

O que é arte?

Problematizações iniciais: o que é arte?
Artista, o fazer artístico, a instituição; o espectador, a experiência estética, a situação atual.

A força da tradição

Tensionamentos da arte contemporânea; graffiti, direito à cidade e a dimensão política da arte.
O ideal renascentista e sua perpetuação; os valores românticos prevalentes.

O ensino da arte

O século de ouro holandês, a formação das Academias europeias.
Natureza-morta: o gênero “inferior”.

A colonização da arte no Brasil

A criação da Academia Imperial de Belas-Artes, a Missão Artística Francesa.
Os segregados no processo de ensino das artes.
A pintura como construção de um discurso oficial de nação.

Nasce a fotografia, morre a arte

Fotografia e impressionismo; a morte da arte; as vanguardas europeias.
A fotografia no Brasil; Semana de arte moderna de 1922.
Reflexões a propósito de uma arte no Brasil.

A emergência da consciência política no meio artístico

O entreguerras no Brasil, os imigrantes e a nova classe trabalhadora.
A arte como necessidade social; Arte Concreta e Neoconcreta.

Repressão e resistência poética

Os anos 60 e 70 no Brasil; o movimento feminista e sua repercussão na arte.
“Seu corpo é um campo de batalha”; o pessoal é político.

Enfim, hoje

Liberdade versus censura; arte de disturbação.
Arte engajada.
Artistas de Brasília.

Professora

Raisa Ramos é historiadora da arte, doutoranda em Artes pela UnB, onde desenvolve pesquisa sobre desigualdade racial na formação da instituição artística no Brasil, com foco na trajetória de Estevão Roberto da Silva (1844-1891) durante seu exercício na Academia Imperial de Belas Artes. Mestra em Artes pela mesma instituição. Foi orientadora acadêmica do curso de Especialização em História e Cultura Afro-brasileira e Africana da Universidade Federal de Goiás (UFG). Graduada em Comunicação Social pela UFG. Interessa-se por aproximações entre cultura, política e direitos humanos. Como jornalista, colabora com veículos nacionais, publicando artigos opinativos sobre seus temas de interesse. Atua no monitoramento de projetos e no controle de resultados do Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do DF. É, também, professora na nossa Pós-graduação Lato Sensu em Fotografia como Suporte para a Imaginação.


Investimento

1º lote: 3x de R$ 206,66 (R$ 620,00 até o início do curso)

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 4x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Oficina de
Expressionismo Alemão no Cinema

Cena do filme Metrópolis, de Fritz Lang, 1927

Data:  a definir
Horários: a definir
Carga horária: 4hrs/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: estudantes, fotógrafos, artistas e interessados em uma introdução à linguagem cinematográfica

Com forte influência das pinturas de Van Gogh, o expressionismo estendeu-se por quase todas as artes, como o cinema e a pintura. A oficina busca compreender o desenvolvimento dessa vanguarda cinematográfica através da análise de filmes como Metrópolis (1927) de Fritz Lang, O Gabinete do Dr. Caligari (1919), de Robert Wiene, Nosferatu, Uma Sinfonia de Horrores (1922), de Friedrich Wilhelm Murnau.
Caracteriza-se pela distorção da imagem (uso de cores vibrantes que remetem ao sobrenatural), do retorno ao gótico e a oposição a uma sociedade imersa no racionalismo moderno. No cinema, caracteriza-se pela distorção de cenários e personagens, através da maquiagem, dos recursos de fotografia.

Professora

Josianne Diniz é mestra em Comunicação na Linha Imagem, Som e Escrita pela Universidade de Brasília (UNB), Graduanda em Comunicação Social em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UNB). Atua nas áreas de Cinema Brasileiro, Teoria Estética do Cinema, História do Cinema, Fotografia e Linguagem Sonora e Teorias da Comunicação. Pesquisa acadêmica voltada para o cinema brasileiro e suas relações entre identidade, imaginário, representação, análise da história a partir do cinema. Desenvolve pesquisa também em Documentário, com ênfase em documentário ficcional e documentário brasileiro contemporâneo. Membro do Núcleo de Estudos e Produção Digital em Linguagem Sonora, NEPLIS, grupo vinculado ao Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). 


Investimento

1º lote: 2x de R$ 115,00 (R$230,00 até o início do curso ou enquanto houver vaga)

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito
  • .Cartão de crédito [presencial]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Curso Básico
de Desenho

Artes da capa e da página de autoria da professora Gabriela Rocha

Início: a definir
Horários: a definir

Total: 5 aulas
Duração: 5 semanas
Carga horária: 15h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: trazer o seguinte material: carvão em bastão, lápis HB, 2B, 4B, 6B, lápis de cor e borracha limpa-tipos.
Público alvo: interessados e curiosos em desenvolver suas habilidades de desenho.

O curso – composto por aulas teóricas e práticas – visa introduzir as principais técnicas do desenho tradicional respeitando a expressão única de cada aluno. Serão expostos conceitos importantes para a composição visual e estruturação do desenho. Os alunos poderão experimentar diversos materiais para a aplicação das técnicas aprendidas em sala de aula.

Professora

Gabriela Rocha é formada em Audiovisual pela Universidade de Brasília e é mestre em Culturas Midiáticas Audiovisuais pela Universidade Federal da Paraíba, desenvolve uma pesquisa sobre representações eróticas como forma de protesto contra a sociedade de consumo. Em paralelo desenvolve seu trabalho como artista visual através do desenho, pintura e fotografia. Já expôs seu ensaio chamado “O ato proibido de tocar o imundo” e suas pinturas numa exposição individual chamada “Medo do feminino”.

Programa do curso

. Introdução ao desenho
. Espaço positivo e negativo
. Desenho de observação
. Composição
. Volume
. Luz e sombra
. Natureza-morta
. Figura humana

Gabriela Rocha

Investimento

1º lote: 3x de R$223,33 (R$ 670,00 até o início do curso ou enquanto houver vagas)

Tem interesse no curso? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Workshop de
Fotografia de Rua

Fotografias por Leonardo Milano

Início: a definir
Horários: a definir

Total: 4 aulas
Duração: 1 semana
Carga horária: 09 h/aula

Fotógrafos de rua não são apenas testemunhas oculares do cotidiano das cidades; são, ao mesmo tempo, contadores de histórias e protagonistas dessas histórias. São protagonistas porque, nos momentos  que antecedem o disparo do obturador, colocam sua cultura, experiência de vida e referências visuais na decisão de o quê e como fotografar; são autores e atores. Estar sempre atento ao que acontece ao seu redor, e ser capaz de tomar decisões rápidas são requisitos  primordiais para ser um fotógrafo de rua, além do domínio dos conceitos de composição e fotometria.

Professor: Leonardo Milano

Fotojornalista e fotógrafo documental, Leonardo atua em mídias independentes e coletivos de midiativismo em todo o Brasil, no registro  de temas como direito à terra e moradia, populações tradicionais e povos indígenas e questões ambientais. E Brasília, Leonardo vem registrando o cotidiano da Capital Federal, com foco em manifestações de rua, cultura periférica e política. Portfólio: www.olharperiferico.com
Trabalhos mais recentes: www.instagram.com/leonardomilano

Programa do curso

Aula 1
. Por que fotografar o cotidiano das cidades?
. Apresentação de mini-portfólio: os alunos deverão apresentar (em multimídia) entre 10 e 15 das suas melhores fotografias de rua.
. Fotojornalismo x fotografia documental x fotografia de rua.
. Referências: Henri Cartier-Bresson, Vivian Maier, Alex Webb, Martin Parr, Bruce Gilden, Eliott Erwitt, David Alan Harvey, Mamana
. Desenvolvendo o próprio estilo
. Fotometria e composição
. Equipamento fotográfico
. Como fotografar pessoas nas ruas?
. Ética

Aula 2
. Saída fotográfica pela região central do plano piloto

Aula 3
. Edição e tratamento de imagens
. Preparação de ensaio

Aula 4
Apresentação dos trabalhos e considerações finais


Investimento

1º lote: 3x de R$223,33 (R$670,00 até o início do curso ou enquanto houver vaga)

Tem interesse no curso? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária 10% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Cursos
Particulares

Nosso cardápio de cursos visa atender tanto aos clientes em busca dos conhecimentos básicos em fotografia, cinema, artes e literatura quanto aqueles que desejam um aprofundamento técnico e conceitual para o amadurecimento de seus trabalhos.

Para atender a uma terceira demanda – de clientes com uma rotina que os impede de cursar nossas turmas regulares, o f/508 realiza também cursos particulares onde o programa pode ser personalizado conforme as necessidades do aluno.


Investimento

Curso Básico Particular
R$1500
Outros programas no formato particular
valor sob consulta

. Inicie o seu processo de matrícula enviando um email para 
cursof508@gmail.com

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.