Cursos 2020

As novas turmas dos nossos cursos de maior duração e profundidade de estudo começam apenas em 2020, mas já estão com matrículas abertas! ⠀⠀
⠀⠀
Tanto a Pós-graduação quanto o Curso Profissionalizante tem início em março do ano que vem. ⠀⠀
⠀⠀
A Pós em Fotografia como Suporte para a Imaginação tem duração de dois anos e estará em busca de múltiplas possibilidades de criação e suportes, visando a criação de uma linguagem autoral. ⠀⠀⠀
⠀⠀
O Curso Profissionalizante se aprofunda no estudo da fotografia comercial; ao longo de 10 meses, as aulas vão oferecer ao aluno um panorama das possibilidades e frentes de trabalho.

Para quem procura cursos livres de curta duração, também estão no ar muitas possibilidades que navegam entre temáticas de fotografia, cinema, literatura, artes visuais e muito mais. Confira:

07/01/2020 | Básico Intensivo [tarde]
07/01/2020 | Básico Intensivo [noite]
08/01/2020 | Oficina de Fotografia de Viagem
11/01/2020 | Laboratório de contos | Turma 01
13/01/2020 | Oficina de Fotografia de Paisagem
15/01/2020 | Oficina de Fotografia de Mobile
15/01/2020 | Animação de Recorte
18/01/2020 | Workshop de Colorização manual
21/01/2020
| Fluxo de Trabalho e Tratamento de Imagem: Lightroom [tarde]
30/01/2020 | Laboratório de contos | Turma 02
02/03/2020 | Natureza do filme
05/03/2020 | Nu Fotográfico em Estúdio e Locação
11/03/2020 | Introd. ao Lab Analógico PB
13/03/2020 | História e Cultura da África e sua Diáspora
14/03/2020 | Escrita criativa
18/03/2020 | Fotografia e outras linguagens
20/03/2020 | Figurações do Tempo: imagem e fotografia na moda
27/03/2020 | A Relação entre moda, arte e filosofia
06/04/2020 | Filosofia da Fotografia
06/04/2020 | Fotografia e Antropologia Visual
09/04/2020 | Arquitetura da exposição
15/04/2020 | Gramática da imagem
15/04/2020 | Retrato e Moda
04/05/2020 | Curso Intermediário de Fotografia
20/05/2020 | Filosofia da Arte
05/05/2020 | Estética visual
24/07/2020 | Negras maneiras de vestir

Literatura no f/508

Em setembro, teremos o início de dois cursos dedicados à literatura!

Para leitores insaciáveis ou aqueles que querem se aprofundar no universo dos livros, para quem já escreve ou quer desenferrujar a escrita, ambos já estão com matrículas abertas: ⠀

14/09 | Escrita Criativa, com Tiago Velasco: 8 encontros aos sábados (10h às 13h), em busca do aperfeiçoamento da escrita a partir do estudo das principais características do conto ocidental moderno e contemporâneo. ⠀

28/09 | Literatura Produzida por Mulheres, com Ludimila Menezes: 8 encontros aos sábados (10h às 13h) dedicados a grandes autoras e suas obras que marcaram a história, explorando a riqueza e a variedade temática, estilística e filosófica.⠀

Amigos da Galeria f/508

É da natureza de uma galeria de arte delimitar fronteiras que dizem: entre essas quatro paredes, neste lugar, arte é aquilo que mais importa. Inspira representatividade, consolidação e resistência. E isso demanda empenho, estudo, responsabilidade. Por outro lado, todos os sinônimos possíveis para “orgulho” servem para simbolizar os frutos deste trabalho. 

É fácil entender a complexidade e os desafios da existência de uma galeria de arte. Ainda assim, por aqui, sempre sentimos que a multiplicidade inerente a um espaço de cultura sugeriria um lugar como a Galeria f/508. 

Não são só obras penduradas nas paredes ou espalhadas pelos totens; nem somente projetos expográficos, vernissages, exposições e finissages. Nós, que convivemos diariamente com a Galeria, sabemos que há algo de especial que rege o dia-a-dia de um dos lugares mais queridos do Espaço f/508. 

Da vontade de ampliar os nossos horizontes e multiplicar essas sensações, de agregar experiências com mais pessoas, ideias, misturas, combinações e efervescências, nasceu o Amigos da Galeria: um programa, que tem como objetivo aproximar nossos amigos e clientes de um dos nossos principais braços de atuação. 

Queremos explorar o potencial de galeria de arte como ponto de encontro, como nó, local de troca daqueles que acreditam e apoiam o pensamento artístico em Brasília. A partir de um pagamento mensal, proporcionaremos experiências especiais, como homenagens, descontos em cursos e obras, bate-papos, visitas guiadas e, não poderia faltar, a certificação de que temos parceiros incríveis, dispostos a resistir junto à cultura do Distrito Federal.

Bete Coutinho | Brasília Pequena

Mensalidade:

R$ 9,90

Recompensas:

– Seu nome na porta da galeria
– Seu nome no site da galeria
– Desconto de 10% em todos os produtos da Loja f/508
– Desconto de 10% em todo o catálogo da Galeria f/508 
– Bate-papo sobre arte e cultura semestralmente, acompanhado com chás do Quintal f/508
– Visita guiada em exposições de Brasília semestralmente

Em um espaço múltiplo por natureza, que mistura loja, salas de aula, espaço de convivência e café, uma galeria de arte também tem o seu lugar. A Galeria f/508 faz parte do Espaço f/508 de Cultura: conceitual em sua essência, seu acervo tem preços acessíveis, estéticas pictóricas, modernistas e contemporâneas. Todas as obras são assinadas, numeradas e certificadas, seguindo os padrões museológicos de conservação.

Vivência analógica: laboratório P&B e processos históricos

Início: setembro de 2019

Encontros quinzenais às terças-feiras de 19h às 22h

Sobre o programa

A atividade oferece aos alunos a possibilidade de mergulhar no universo da fotografia analógica em suas metodologias. Partindo das técnicas clássicas, em filmes Preto e Branco, o programa passeia, também, por experimentações realizadas ao longo da história, como a cianotipia de Sir John Hershel ou os fotogramas do movimento Bauhaus.

A vivência é direcionada a fotógrafos amadores e profissionais, curiosos e a todos os interessados em processos analógicos da imagem.

Os encontros práticos são realizados em nosso laboratório analógico, divididos em dois grupos alternados semanalmente:

Laboratório P&B

Exercitaremos a prática de revelação em laboratório e contato, prática de cópia, ampliação, revelação seletiva, fotograma, viragem (tonalização), lúmen, quimigrama, uso de reveladores alternativos (ex.: cafenol, melhoral, vinho, etc).

Processos Históricos/Alternativos

Prática, vivência e pesquisa de métodos históricos e alternativos na fotografia como: oleotipia, cianotipia, papel salgado, marrom Van Dyke, antotipia, etc.

Pré requisito: conhecimento prévio de laboratório. Confira aqui nossos cursos introdutórios.
Lista de materiais necessários: papel fotográfico e/ou papel para aquarela, toalha de rosto, negativos e/ou transparências

O programa inclui: químicos básicos (reveladores e fixadores comuns) e estrutura de laboratório.


Coordenador: Alexandre Dafoe de Aguiar

Nascido em Piracicaba, interior de São Paulo, desde criança se interessa por fotografia e seu funcionamento, sempre brincando com o mundo de ponta-cabeça da câmera reflex que pegava escondido da mãe. Sua primeira câmera foi uma Kodak Sport 25mm. Na faculdade frustrou-se com as novas câmeras digitais automáticas (point and shoot) e decidiu cursar workshops de fotografia PB 35mm na Rhode Island School of Design, onde se apaixonou pela fotografia analógica química. É formado em administração hoteleira pela Johnson & Wales University em Providence, Rhode Island, EUA, em Relações Internacionais pela George Washington University, Washington D.C., EUA, e com especialização em Língua e Cultura Russas pela Universidade Estatal de São Petersburgo, na Rússia . Em 2008, no final da segunda graduação, retomou a prática da fotografia em 35mm e foi apresentado aos processos históricos alternativos. Desde então tem se dedicado à pesquisa e ensino desses processos. Trabalhou com programas governamentais de educação em áreas de conflito no Brasil e no exterior até 2017, quando decidiu se dedicar à fotografia e outros projetos.


Inscrições

Para fazer parte da Vivência analógica, o interessado deve enviar um e-mail para cursos@f508.com.br solicitando a sua participação.

Mensalidade

A mensalidade é de R$ 160,00 por grupo ou R$ 300,00 para participar de ambos. O pagamento pode ser realizado através do Pagseguro nos botões abaixo.
A assinatura pode ser cancelada a qualquer momento depois dos 3 meses iniciais.

Taxa de materiais:
R$ 20,00 (grupos I ou 2)
R$ 30,00 (grupo 3)

Grupo 1 – Laboratório P&B (encontros quinzenais)

Grupo 2 – Processos Históricos/Alternativos 
(encontros quinzenais)

Grupo 3 – Pacote completo (encontros semanais)

Agosto: mês da Fotografia Analógica

Há exatos 180 anos, se revelava uma das invenções mais importantes para o mundo das artes.⠀

Em 19 de agosto de 1839, foi anunciado que o invento da daguerreotipia tinha sido adquirido pelo governo francês. A partir dali, o processo fotográfico desenvolvido por Louis Jacques Mandé Daguerre estava em domínio público; assim, o mundo inteiro teria acesso a essa invenção, que fundou a fotografia.⠀

Como consequência da daguerreotipia, surgiram muitos processos fotográficos que são celebrados como técnicas manuais de fotografia até os dias de hoje. ⠀

Em homenagem aos 180 anos desse marco, dedicaremos o mês de agosto a esses processos históricos e analógicos. A partir do dia 03/08, serão nove cursos e oficinas:⠀

06/08 | Rastros Visuais
08/08 | Oleotipia 
14/08 | Introdução ao Laboratório Analógico PB
23/08 | Workshop Lúmem e Quimigrama
26/08 | Oficina Fotograma
26/08 | Oficina Colagem
31/08 | Oficina de Colorização Manual

Produção de Vídeo
para Fotógrafos

Imagem do filme The good, the bad and the ugly, 1966

Início: a definir
Horário: a definir
Carga horária: 28hrs/aula

Nível de exigência:  intermediário
Pré-requisitos: possuir equipamento DSRL ou qualquer câmera com função de filmagem (celular ou câmera digital compacta) e notebook com software Adobe Premiere instalado
Público-alvo:  fotógrafos profissionais e amadores que já tenham algum tipo de experiência em fotografia e desejam expandir sua prática em direção à imagem em movimento.

O curso tem como objetivo introduzir os alunos aos elementos básicos da
linguagem audiovisual, do registro à montagem. Conceitos, convenções e metodologias de trabalho serão expostos de modo comparativo às técnicas da fotografia estática. Os alunos serão também apresentados a acessórios que complementam o seu próprio equipamento, de modo a facilitar a operação de captação de vídeo.

Professores

Rodrigo Torres é fotógrafo e videasta. Possui bacharelado em Cinema pela UFF, em Psicologia pela UFRJ e é mestrando pelo Programa de Pós-Graduação Artes Visuais da UnB. Atuou durante 6 anos como assistente de câmera no mercado do audiovisual. Durante esse período, trabalhou em 8 longas-metragens, além de diversos curtas e séries para TV. Em 2014, participou do programa internacional de intercâmbios da École Nationale Supéurieure des Beaux-Arts de Paris e no ano subsequente foi selecionado para o programa de residências artísticas da Association Jour et Nuit Culture (Paris), onde manteve um ateliê de trabalho durante 1 ano. Em 2015, expôs na Semaine de l’Amérique Latine et des Caraïbes em Lyon (França) e no ano seguinte realizou a sua primeira exposição individual em Paris. Atualmente desenvolve uma pesquisa sobre videoinstalação em ambientes imersivos.

Arthur B. Senra é realizador, diretor e montador audiovisual responsável por diversos filmes e videoclipes. Formado em Cinema e Vídeo, especialista em Processos Criativos em Palavra e Imagem. Trabalhou no MIS-BH de 2006 a 2008, foi responsável pelo audiovisual da ONG Favela é Isso Aí de 2009 a 2011 e assistente de direção da MUMIA – Mostra Udigrudi Mundial de Animação de 2006 até 2015. Participou também da curadoria, programação e júri de festivais de cinema. De 2016 a 2018 foi programador e curador da sala de cinema do Sesc Palladium em Belo Horizonte. Atualmente em Brasília trabalha no festival Curta Brasília.

Programa do curso

1 – Apresentação da turma e dos docentes
Introdução ao conteúdo do curso

  • Intercessões entre fotografia e vídeo
  • O tempo e a imagem em movimento
  • equipamentos: intercâmbios de linguagem

2 – Introdução à linguagem audiovisual

  • Decupagem clássica
  • Sequência, Plano, Take/ tomada
  • Plano-sequência
  • Claquete
  • Atividade: Exercício de decupagem de uma sequência

3- Apresentação às convenções técnicas

  • Formatos: mp4, mov; mkv; avi; JPG2000
  • Resoluções: SD; VGA; Full HD; 2K; 4K; 8K
  • Janelas (aspect ratio): 1.33:1 (4:3); 16:9; 2.39:1 (Scope); 9:16 (vertical)
    Técnicas de filmagem / movimentos de câmera:
  • Pan, tilt, dolly, grua, gimbal, steady cam, drone
  • Atividade: extratos de filmes e vídeos serão exibidos para ilustrar os conceitos

4- Terminologias do vídeo digital

  • Frame Rate: (24p, 29,930 fps; 30; 60 fps)
  • Slow motion, Hi speed
  • Time lapse
  • Convenções do eixo da câmera: regra dos 180º, associação de olhar dos personagens, técnicas de documentação de entrevistas
  • Atividade: trechos de produtos audiovisuais serão exibidos exemplificando
    os conceitos abordados

5- Fotometria na imagem em movimento

  • Velocidade de obturação X ângulo de obturação
  • Número de frames por segundo (captação X exibição)
  • Técnicas de Foco Manual: o foquista (1o AC), Follow Focus / Bartech, O foco automático na imagem em movimento
  • Profundidade de campo como linguagem
  • Atividade: Exercício de passagem de foco manual

6 – Introdução à teoria do som no cinema

  • Diegese sonora
  • Ponto escuta
  • Autorização de uso obra musical
  • Paisagem sonora / trilha sonora
  • Atividade: Extratos de filmes e vídeos serão exibidos para ilustrar os
  • conceitos

7 – Técnicas de Som Direto

  • Resolução
  • Tipos de Microfone
  • Som ambiente
  • Claquete
  • Atividade: Exercícios de gravação de diferentes elementos sonoros

8 – CODECs

  • Taxas de compressão (444, 422, 420)
  • Bit rate
  • Lossless e lossy compression
    Arquivo RAW – vantagens e desvantagens
    Convenções da linguagem:
  • Plano ponto de vista
  • Plano contra plano
  • Atividade: análise de arquivos e filmes

9 – Aula prática em estúdio

  • O tripé de vídeo/ cinema
  • Cangalha / shoulder mount
  • Workflow de um set de filmagem
  • Atividade: Os alunos terão oportunidade de operar câmeras e ensaiar técnicas de filmagem

Pausa para produções (1 semana)

10 – Edição – Introdução ao Adobe Premiere

  • Interface do programa
  • Área de trabalho (workspace)
  • Fluxo de trabalho (workflow)
  • Criação de projetos e sequências
  • Ferramentas e atalhos do programa
  • Organização e gerenciamento de arquivos
  • Atividade: Exercícios práticos de criação de projeto, organização da área de trabalho, importação de arquivos e início de uma sequência.

11 – Edição – corte / ritmo

  • Ferramentas de corte da edição não linear
  • Noções básicas de ritmo de montagem
  • Atividade: Exercícios de cortes nos arquivos da timeline e criação de sequências com ritmo

12 – Edição – transições e efeitos

  • Efeitos de transição de imagem
  • Debate acerca dos motivos e finalidades do uso de efeitos para transição entre planos
  • Atividade: Aplicação de efeitos de transição entre cortes e aplicar efeitos nas imagens.

13 – Edição – Tratamento de imagem e elementos visuais.

  • Ferramentas de tratamento de imagem
  • Conceitos do tratamento de cor
  • Criação de textos e elementos visuais
  • Criação de animações simples
  • Princípios de motion graphics.
  • Atividade: Exercícios práticos de tratamento de cor, criação de letterings e animações simples.

14 – Edição – Exportação de diferentes tipos de arquivos

  • Finalização de um projeto audiovisual
  • Criação de diferentes formatos de arquivos
  • Exportação para distintas plataformas (Youtube, DVD, etc.)
  • Atividade: Finalização de um projeto exportando em arquivos

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária
• Pagseguro [em até 12x, sujeito à juros da administradora]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Oficina de Neorrealismo Italiano
no Cinema

Foto de capa: cena do filme Ladrões de Bicicleta, Vittorio De Sica, 1948

Data:  a definir
Horário: a definir
Carga horária: 4hrs/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: estudantes, fotógrafos, artistas e interessados em uma introdução à linguagem cinematográfica

O Neorrealismo italiano foi um movimento cinematográfico que despontou nos anos 1940,
caracterizado por histórias sobre a classe trabalhadora, filmadas com pouquíssimos recursos. A maioria tratava de temas como as dificuldades econômicas e sociais na Itália pós-Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945). Os filmes exibiam a mudança de mentalidade dos italianos e suas condições de vida, retratando o desespero, a opressão e a desigualdade que eles enfrentavam.
Seus maiores expoentes foram Roberto Rosselini, Vittorio De Sica e Luchino Visconti. A oficina busca compreender o desenvolvimento dessa vanguarda cinematográfica através da análise de filmes como Ladrões de Bicicleta, de de Sica e Roma, Cidade Aberta, de Roberto Rossellini.

Professora

Josianne Diniz é mestra em Comunicação na Linha Imagem, Som e Escrita pela Universidade de Brasília (UNB), Graduanda em Comunicação Social em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UNB). Atua nas áreas de Cinema Brasileiro, Teoria Estética do Cinema, História do Cinema, Fotografia e Linguagem Sonora e Teorias da Comunicação. Pesquisa acadêmica voltada para o cinema brasileiro e suas relações entre identidade, imaginário, representação, análise da história a partir do cinema. Desenvolve pesquisa também em Documentário, com ênfase em documentário ficcional e documentário brasileiro contemporâneo. Membro do Núcleo de Estudos e Produção Digital em Linguagem Sonora, NEPLIS, grupo vinculado ao Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). 


Investimento

1º lote: 2x de R$ 115,00 (R$230,00)

MATRÍCULAS ENCERRADAS.
Quer ficar sabendo das novidades desse curso? Clique aqui.

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária
• Pagseguro [em até 12x, sujeito à juros da administradora]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.