Workshop de Autopublicação
| 05/06

Datas: 05, 06 e 07 de junho de 2019
Horários:19h às 22h

Duração: 03 dias
Carga horária: 09h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: artistas, escritores, e interessados em aprender, desenvolver , e organizar seus projetos para publicações físicas e digitais

O workshop busca orientar quem deseja criar um projeto de autopublicação, com foco na organização editorial, viabilizando aspectos práticos como canais de venda, formas de divulgação e criação, entre outros tópicos.
Ele nasce em um momento importante do mercado editorial, em que, de um lado, as grandes livrarias enfrentam uma das maiores crises já vistas, e de outro, abre espaço para novos debates, políticas de atuação e formas de inserção nesse segmento. O trabalho indepentende, seja por meio de editoras de médio porte ou escritores que se autopublicam, tem representado um papel fundamental nesse novo cenário.

Programa

Aula 01

– Apresentação: Case Experimentos Impressos
– Pesquisas e dados sobre o mercado do livro no Brasil
– O mercado independente
– O que é autopublicação?
– Plataformas digitais
– e-books
– Obras impressas
– Como eu me vejo?
– Visão de artista
– Visão comercial
– Organização editorial
– É importante ter CNPJ?
– E o registro na Biblioteca Nacional, para que serve?
– É importante ter ISBN?
– Identidade visual/marca
– Linha de trabalho: pequenas tiragens x grandes tiragens
– A produção artesanal e/ou caseira X tiragens em gráficas
– Encadernação artesanal e outras técnicas de baixo custo

Aula 02

– Organização: estoque; fornecedores; formação de preço: investimento e mão de obra (produção artesanal); finanças (investimento e lucro); é possível alcançar a sustentabilidade financeira?

-Canais de distribuição: feiras gráficas; loja online; livrarias: o modelo comercial praticado hoje (consignação, percentual de 35% sobre preço de capa e prazo de repasse para editoras); redes sociais
– Divulgação: redes sociais e posts promovidos; assessoria de imprensa; a importância de ter capacidade produtiva para suprir eventuais grandes demandas; veículos especializados e relacionamento com jornalistas; impressos, eletrônicos e sites/blogs; mailing de contatos; abordagem; releases e notas; estrutura dos textos; booktubers; divulgação criativa e sem custo: case Kit Gay e Carne Fresca; Youtube e os booktrailers ou vídeos de passo a passo

Aula 03

– Processos criativos
-Tipos e referências de publicações independentes
– Tipos de impressão e acabamentos
– Dissecando o livro: Atlas de anatomia: detalhes do processo de pesquisa, criação e concepção da obra lançada em 2017
– Exercício prático – narrativa visual na publicação: colagem manual e zine

Professor

Ricardo Rodrigues é formado em comunicação social, nas habilitações de publicidade e jornalismo. Atuou como repórter de cultura, assessor de imprensa e produtor de conteúdo para meio digital. Em paralelo sempre produziu textos de ficção, os quais resolveu materializar no papel em 2016 com a criação da editora de autopublicação Experimentos Impressos. Desde então publicou mais de 50 títulos, entre zines e livros, além de outras peças gráficas. 


Investimento

1º lote: 3x de  R$ 193,33 (R$580,00 até 29 de maio de 2019)
2º lote: 3x de R$ 222,33 (R$ 667,00 até o dia 04 de junho de 2019 ou enquanto houver vagas)

MATRÍCULAS ATÉ O DIA 03 DE MAIO OU ENQUANTO HOUVER VAGA.

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Workshop de Processo Criativo |
24/06

Início: 24 de junho de 2019
Segunda-feira: de 19h às 21h
Duração: 3 semanas
Total: 6 horas/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: artistas, empreendedores, publicitários, escritores, estudantes e todos os interessados em estudar processo criativo e ferramentas relacionadas à criatividade

Criatividade não é dom. É exercício, dedicação, prática, estudo, método e autoconhecimento. Nesse workshop vamos explorar as principais questões relacionadas ao Processo Criativo e à resolução de problemas complexos. Através de aulas expositivas, exercícios, leituras e dinâmicas, cada aluno será incentivado a pensar como otimizar e acelerar seu processo de geração de ideias.

Programa

Aula 1
O que é processo?
O que é criatividade?
Referencial teórico
Sistema criativo (Problema, Pesquisa, Incubação, Mão na massa, Conexão)
Exercícios

Aula 2
Introdução ao design thinking
Mapeamento do repertório
Mapas mentais
Exercícios

Aula 3
Prototipação e criatividade
Referências artísticas
Caixa de ferramentas

Professora

Graduada em Comunicação Social na Universidade de Brasília, Beatriz Chaves cursa uma pós graduação em História da Arte e atua como Gerente do Espaço f/508 de Fotografia desde janeiro de 2017, onde coordena uma pós graduação, atua na produção cultural e administrativa e também ministra cursos e oficinas. Já trabalhou na assessoria de imprensa do CCBB Brasília (2013-2014); foi Coordenadora de cursos e projetos na Perestroika – uma escola de atividades criativas (2014-2016); foi consultora de comunicação e experiência para a EloGroup (2017); e desde fevereiro de 2018 é uma das representantes do Artikin em Brasília – uma plataforma de mapeamento cultural. Como artista visual, tem uma produção focada em apropriação de imagem, colagem e intervenção urbana. Faz parte do Coletivo Cincoagosto, em parceria com Dario Joffily, e já participou das exposições “Ateliê Remix” na Galeria Ponto (2016) ; “Ondeandaonda 2” no Museu Nacional (2017) ; “Coletivo Cincoagosto” no Espaço f/508 de Fotografia (2017); “Postal Parade” no Centro de Convenções Ulysses Guimarães (2017); “Ondeandaonda 3” no Espaço Cultural Renato Russo; “Mostra de fotozines”(2018) na Fototeca de Havana; além da residência artística “Ateliê Remix” na Galeria Ponto (2016) e “Obracadabra” na Casa Colonial, em Oaxaca (2018). Também em 2018 participou da coordenação da Fotozine Arroz #1 e da comissão curatorial da Fotozine Arroz #2.


Investimento

1º lote: 2x de R$ 225,00 (R$ 450,00 até 24 de maio de 2019)
2º lote: 3x de R$ 172,50 (R$ 517,50 até 15 de junho de 2019 ou enquanto houver vagas)

MATRÍCULAS ATÉ O DIA 15 DE JUNHO DE 2019, OU ENQUANTO HOUVER VAGA.

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Imagem de capa: trabalho do aluno Samuel Brauer

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 2x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Residência artística f/508
em Pirenópolis | 31/08

Data: 31 de agosto a 7 de setembro de 2019
Público alvo: artistas, fotógrafos, estudantes, pesquisadores, iniciantes ou experientes, interessados na vivência.

Com 14 anos de experiência, o f/508 promove sua primeira residência artística: uma imersão focada em produção e trocas significativas. Estaremos vivendo e produzindo juntos durante 7 dias, na cidade de Pirenópolis: pequeno município do interior de Goiás, tombada como Patrimônio Nacional, que conserva seu aspecto interiorano, onírico e bucólico, cercada de morros e cachoeiras.

Será sugerido pelas orientadoras um horário de trabalho diário, além encontros recorrentes com todos os participantes: para apresentação de trabalhos prévios; o segundo para conversa sobre o andamento do projeto; e para a apresentação do(s) trabalho(s) desenvolvido(s).

Locação

Nossa imersão será na Casa do Charme, em Pirenópolis – Goiás. Uma locação a apenas 1km de distância da Igreja Matriz e de frente para uma reserva de 20.000 metros que abriga a nascente e vereda do Prata – afluente da margem esquerda do Rio das Almas (rio que passa pela cidade). A casa oferece camas confortáveis, ventilação, aconchego térmico, tranquilidade e uma vista incrível. Além de acesso privativo a Cachoeira do Lobo. Cada participante terá uma cama individual em quartos coletivos, além de toda a casa como ateliê coletivo (área externa e interna).

Linguagens

O programa convida artistas e pesquisadores que trabalhem dentre as seguintes linguagens: Fotografia, Artes visuais, Colagem, Escultura, Audiovisual, Performance, Artes Cênicas, Arte digital e novas mídias.

O programa inclui

  • Hospedagem
  • Café da manhã e Chá da tarde
  • Orientação durante o horário de trabalho estabelecido
  • Transfer terrestre do Espaço f/508 para Pirenópolis (ida e volta)
  • Toalhas, lençóis, sabonete e papel higiênico
  • Acesso à cozinha, forno de pizza e churrasqueira com eletrodomésticos básicos para preparo de alimentos
  • Wifi

O programa não inclui

  • Passagens aéreas
  • Almoço e jantar
  • Seguro viagem
  • Materiais de trabalho (tintas, câmera fotográficas, dentre outros)

Orientadoras: Raisa Ramos e Monica Nassar

Raisa é mestra em Artes pela Universidade de Brasília (UnB), graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Interessa-se por aproximações entre arte, política e direitos humanos, e por debates sobre gênero, feminismo e questões raciais. Pesquisa pinturas, em especial naturezas-mortas, relacionando as produções artísticas às estruturas sociais e aos contextos políticos respectivos. Trabalha atualmente como gerente da Lei de Incentivo à Cultura do Distrito Federal, sendo responsável pelo relacionamento institucional, além de executar e acompanhar projetos do setor com foco em reforma, restauro e manutenção de patrimônio. Como jornalista, sempre atuou no campo cultural-artístico. Interessa-se por trabalhos que se dediquem à promoção, difusão e democratização de equipamentos e instituições de cultura, pensando formas de ampliar o acesso e construir uma sociedade mais igualitária culturalmente.

Monica graduou em Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), em 2012. Durante seu ensino superior, deu início aos seus estudos de canto, dança e teatro na Escola de Teatro Musical de Brasilia, onde participou como atriz em diversas montagens musicais e permaneceu até 2012. Durante um ano sabático, em 2013, finalizou o Curso Profissionalizante de Fotografia, no Espaço f/508 de Fotografia, em Brasília. Em seguida, mudou-se para a cidade de São Paulo, onde começou a atuar como pesquisadora em produtoras audiovisuais, entre elas a Academia de Filmes, GOS Catala Filmes, Your Mama, Sentimental Filmes e outras. Atuou também como Diretora de Arte, realizando campanhas para agências como F.biz, NBS, Ogilvy e África. Cursou Cenografia na Escola São Paulo em 2014, onde produziu em coletivo o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Cenografia de Praga, em 2015, mesmo ano em que participou da equipe de pesquisa da exposição do multiartista Tadeu Jungle na Sala do Humano do Museu do Amanhã. Usou suas habilidades multidisciplinares para compor equipes nas mesas independentes da Mesa e Cadeira, trabalhando com os ciborgues Neil Harbisson e Moon Ribas na construção do WeTooth, o primeiro aparelho de comunicação intra-dental do mundo, em 2016 e com o fundados do Kickstarter, Perry Chen, na publicação do livro “A bridge to a bad star” sobre o desastre de da base espacial de Alcântara, no Maranhão. Pós graduada em Cenografia e Figurino, na Universidade Belas Artes de São Paulo, onde produziu o aplicativo Adelaide, para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos, em geral.

Pirenópolis – Foto: Raquel Pellicano

Processo seletivo

As inscrições para a residência estão abertas de 22 de março até 3 de junho de 2019. O interessado deve enviar um e-mail para equipef508@gmail.com com as seguintes informações:
– Nome completo;
– Telefone de contato;
– Portfólio resumido com apenas 5 trabalhos (imagens, textos ou vídeos);
– Parágrafo com ideia do projeto a ser desenvolvido na residência (máximo de 800 caracteres).

O resultado com os 9 selecionados será divulgado no dia 07/06 e cada participante terá 10 dias corridos para efetuar sua inscrição. A segunda chamada será divulgada no dia 19/06.

Investimento

R$2200,00 em até 6x

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 6x]

A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Consulte os termos.

Fotos da casa: Paulo Penna

Fotografia e outras linguagens
| 15/08

Início: 15 de agosto de 2019
Horários: quintas-feiras, 19h às 21h
Total: 7 aulas, 14h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: possuir câmera (celular ou DSRL)
Público-alvo: entusiastas da fotografia; fotógrafos que desejam expandir suas reflexões das práticas fotográficas



A proposta deste curso visa explorar as potências de ressignificação da imagem a partir do diálogo da fotografia com a literatura, áudio (narrações, sons diversos, músicas), vídeo e cinema. Após a apresentação de conceitos e aspectos básicos da linguagem e da estética fotográfica, de aspectos próprios da fotografia contemporânea e do entendimento da fotografia enquanto processo, cada aula será dedicada a pensar possibilidades de interação com quatro outras linguagens: O objetivo é romper com dogmas na criação de conceitos que envolvem a feitura da fotografia, potencializando também sua experimentação diante da ampliação de interações poéticas com outras linguagens. Abraçar as dinâmicas de uma transdisciplinaridade que parte do fazer fotográfico, explorando os limiares e as fronteiras de cada linguagem proposta em cada uma das etapas.

Programa

Módulo 1
1- Noções básicas da linguagem fotográfica
2- Aspectos da estética fotográfica

Módulo 2
1- Fotografia contemporânea e a compreensão da fotografia enquanto processo (da concepção da imagem ao fazer fotográfico)
2- Transdisciplinaridade e a ampliação de possibilidades a partir da interação da fotografia com outras linguagens

Módulo 3
1- Fotografia e literatura: apropriação de elementos próprios à literatura; discussão de possibilidades de interação entre texto e imagem fotográfica

Módulo 4
1- Fotografia e som: apresentação e apropriação de elementos próprios à música a outros formatos de áudio; discussão de possibilidades de interação entre sons e a imagem fotográfica

Módulo 5
1- Fotografia e vídeo: apresentação e apropriação de elementos próprios ao vídeo; discussão de possibilidades de interação entre imagens em movimento e imagem fotográfica

Módulo 6
1- Fotografia e cinema: apresentação e apropriação de elementos próprios à linguagem cinematográfica; discussão de possibilidades de interação entre a narrativa e prática do cinema e a imagem fotográfica

Módulo 7
1- Apresentação e discussão dos trabalhos finais

Professor

Mateus Vidigal é fotógrafo e mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília. Na linha de pesquisa Imagem, Som e Escrita, desenvolveu a dissertação de mestrado “Entre o eu e a fotografia: experiência estética como devaneio e o sistema autopoiético observador-imagem”, na qual versa sobre a temática da experiência estética fotográfica na contemporaneidade e assume uma metodologia na qual é pesquisador e alvo da própria pesquisa. Como parte de suas atividades enquanto bolsista do programa de pós-graduação, foi professor da disciplina Linguagem e Estética Fotográfica sob orientação da professora doutora Gabriela Pereira de Freitas. É jornalista formado pela Faculdade de Comunicação da UnB e aproximou-se dos estudos sobre fotografia ainda no trabalho de conclusão do curso, em 2015. Busca uma abordagem da imagem fotográfica  menos interpretativa e mais pautada por afetos, de modo a assumir o subjetivo e abraçar a experimentação da imagem como ruptura.   


Investimento

1º lote: R$670,00 (até 31 de julho de 2019)
2º lote:R$770,00 (até o início do curso ou enquanto houver vagas)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Imagem da capa: Rosangela Rennó, Experiência de cinema, 2004 – 2005

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Estética Visual |
02/09

Início: 02 de setembro de 2019
Horários: segundas-feiras, de 19h às 21h
Total: 8 aulas
Carga horária: 16 h/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: fotógrafos, arquitetos, designers, artistas, cineastas e entusiastas em ampliar seu repertório estético

O curso tem como objetivo o desenvolvimento e ampliação do repertório estéticos dos alunos, usando como base o conceito de “belo”, além da leitura e compreensão de imagens e produções artísticas a partir das faculdades estéticas e composições de linguagem da imagem.

Programa do curso

  • O que é belo?
  • Estética: o que é? O que come? Onde vive?
  • Qual o papel do artista em frente ao conceito de belo?
  • Estéticas: Retrô futurista, Bauhaus, Minimalismo, Brutalismo e Steam Punk, Erótico, Grotesco, Banal, Natureza morta, Expressionismo, Surrealismo, Cyber Punk, Futurismo, Arte Digital e a Estética da Paisagem (Walkscapes), estéticas orientais
  • Análise fílmica de aspectos estéticos da fotografia cinematográfica.
Squares – Herbert W. Franke

Professora

Monica Nassar graduou em Arquitetura e Urbanismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), em 2012. Durante seu ensino superior, deu início aos seus estudos de canto, dança e teatro na Escola de Teatro Musical de Brasilia (ETMB) no ano de 2009, onde participou como atriz em diversas montagens musicais e permaneceu até 2012. Durante um ano sabático, em 2013, finalizou o Curso Profissionalizante de Fotografia, no Espaço f/508 de Fotografia, em Brasília. Pós graduou em Análise Ambiental e Desenvolvimento sustentável em 2014, ainda pela instituição UniCEUB. Em seguida, mudou-se para a cidade de São Paulo, onde começou a atuar como pesquisadora em produtoras audiovisuais, entre elas a Academia de Filmes, GOS Catala Filmes, Your Mama, Sentimental Filmes e outras. Atuou também como Diretora de Arte, realizando campanhas para agências como F.biz, NBS, Ogilvy e África. Cursou Cenografia na Escola São Paulo em 2014, onde produziu em coletivo o projeto ViroRio, que foi exposto na Quadrienal de Cenografia de Praga, em 2015, mesmo ano em que participou da equipe de pesquisa da exposição do multiartista Tadeu Jungle na Sala do Humano do Museu do Amanhã. Usou suas habilidades multidisciplinares para compor equipes nas mesas independentes da Mesa e Cadeira, trabalhando com os ciborgues Neil Harbisson e Moon Ribas na construção do WeTooth, o primeiro aparelho de comunicação intra-dental do mundo, em 2016 e com o fundados do Kickstarter, Perry Chen, na publicação do livro “A bridge to a bad star” sobre o desastre de da base espacial de Alcântara, no Maranhão. No ano de 2017 completa a sua pós graduação em Cenografia e Figurino, na Universidade Belas Artes de São Paulo, onde produz o aplicativo Adelaide, para mapeamentos de roteiros e gestão de projetos criativos, em geral. Em 2018, retorna para Brasília, para participar efetivamente da sociedade no Espaço f/508 de Fotografia, onde realiza projetos expográficos, leciona e coordena a gestão financeira.


Investimento

1º lote: 3x de R$193,33 (R$580,00 até o dia 12 de julho de 2019)
2º lote: 3x de R$ 222,33 (R$ 667,00 até o dia 02 de agosto de 2019 ou enquanto houver vagas)

MATRÍCULAS ATÉ O DIA 02 DE AGOSTO DE 2019.

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Imagem da capa: filme “Gabinete do Dr. Caligari”

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Narrativas Fotográficas
| 04/09

Início: 04 de setembro de 2019
Horários: quartas-feiras, das 19h às 21h
Total: 6 aulas, 12h/aula

Nível de exigência: intermediário
Pré-requisitos: nenhum
Público alvo: fotógrafos e artistas visuais interessados em desenvolver e aperfeiçoar a construção narrativa de suas obras

O curso convida o aluno à imersão e criação de narrativas, um trajeto feito dentro da própria fotografia, e, no caso das séries, um percurso narrativo que as costure, a partir de referências na fotografia contemporânea, performance, cinema e autores que discutem arte, estética, filosofia e psicanálise. Através de uma reflexão crítica, os exercícios propostos no curso pretendem criar imagens abertas à interpretação, utilizando como matéria os assuntos discutidos, novas referências e o repertório artístico dos alunos.

Professora

Bruna Neiva é artista visual, pesquisadora em arte e produtora cultural. Possui mestrado na linha de Poéticas Contemporâneas do Instituto de Artes pela Universidade de Brasília, onde aprofundou sua pesquisa em arte contemporânea, linguagem e memória, voltada para a fotografia e performance. Iniciou sua formação em Comunicação Social na Universidade de Brasília, tendo trabalhado como fotojornalista em veículos como o Jornal de Brasília. O trabalho de Bruna Neiva transita pela performance e tem a fotografia como suporte para suas ações. Em sua obra, a artista se reporta à inconcretude da realidade e a solidez do sonho como matérias poéticas. Bruna Neiva dedica-se também à realização de projetos como exposições, prêmios e ações em arte-educação que pensam a arte como vetor de resistência e caminho para proposições sociais, políticas e do afeto.

Programa do curso

  • Ficção e realidade
  • O extra-quadro
  • Narrativas sequenciais x não-sequenciais
  • Fotografia seriada
  • Noções espaço x tempo na imagem fotográfica
  • O corte temporal
  • O corte espacial
  • Estética do desaparecimento
  • Os espaços discursivos da fotografia
  • O inconsciente ótico
  • A fotografia como arte da memória
O Pesadelo de Perséfone – Regina Correa

Investimento

1º lote: 3x de R$233,33 (R$ 670,00 – até o dia 31 de julho de 2019)

2º lote: 3x de R$256,83 (R$ 770,50 – até o dia dia 13 de agosto de 2019)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Imagem da capa de autoria do artista Duane Michals.

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, cheque, transferência bancária [5% de desconto]
  • .Cartão de débito [3% de desconto]
  • .Cartão de crédito [presencial – valor integral em até 3x]
  • .Pagseguro [on line – valor integral em até 12x, sujeito à juros da administradora]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.

Oficina de Neorrealismo Italiano no Cinema | 15/10

Data:  15 de outubro de 2019
Horário: terça e quinta, 19h às 22h
Carga horária: 4hrs/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: estudantes, fotógrafos, artistas e interessados em uma introdução à linguagem cinematográfica

O Neorrealismo italiano foi um movimento cinematográfico que despontou nos anos 1940,
caracterizado por histórias sobre a classe trabalhadora, filmadas com pouquíssimos recursos. A maioria tratava de temas como as dificuldades econômicas e sociais na Itália pós-Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945). Os filmes exibiam a mudança de mentalidade dos italianos e suas condições de vida, retratando o desespero, a opressão e a desigualdade que eles enfrentavam.
Seus maiores expoentes foram Roberto Rosselini, Vittorio De Sica e Luchino Visconti. A oficina busca compreender o desenvolvimento dessa vanguarda cinematográfica através da análise de filmes como Ladrões de Bicicleta, de de Sica e Roma, Cidade Aberta, de Roberto Rossellini.

Professora

Josianne Diniz é mestra em Comunicação na Linha Imagem, Som e Escrita pela Universidade de Brasília (UNB), Graduanda em Comunicação Social em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UNB). Atua nas áreas de Cinema Brasileiro, Teoria Estética do Cinema, História do Cinema, Fotografia e Linguagem Sonora e Teorias da Comunicação. Pesquisa acadêmica voltada para o cinema brasileiro e suas relações entre identidade, imaginário, representação, análise da história a partir do cinema. Desenvolve pesquisa também em Documentário, com ênfase em documentário ficcional e documentário brasileiro contemporâneo. Membro do Núcleo de Estudos e Produção Digital em Linguagem Sonora, NEPLIS, grupo vinculado ao Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). 


Investimento

1º lote: 2x de R$ 115,00 (R$230,00 até o dia 01 de outubro de 2019)

2º lote: 2x de R$ 132,25 (R$264,50 até o início da oficina ou enquanto houver vaga)

. Inicie o seu processo de matrícula clicando aqui.

Foto de capa: cena do filme Ladrões de Bicicleta, Vittorio De Sica, 1948

Formas de pagamento

  • .À vista: dinheiro, transferência bancária
  • .Cartão de débito
  • .Cartão de crédito [presencial]

. A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.