Eisenstein no Brasil: breves anotações reflexivas | ON-LINE E AO VIVO | Em breve

Retrato de Sergei Eisenstein (data desconhecida)

Início: Em breve
Horário: terças e quintas, das 15h às 18h (Horário de Brasília)
Total: 6 aulas, 18 horas/aula

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: nenhum
Público-alvo: fotógrafos, cineastas, estudantes, e demais interessados em cinema

*O curso será ministrado através da plataforma Zoom



O curso apresenta uma introdução às produções cinematográficas e teóricas de um dos maiores diretores do século XX, Serguei M. Eisenstein.
O programa busca difundir a linguagem cinematográfica de Eisenstein a partir de um novo ponto de vista, no qual é possível refletir sobre as produções fílmicas e teóricas desse cineasta pelo olhar de intelectuais e artistas nacionais, aproximando assim duas culturas distintas por meio do cinema. Ao redor do mundo, são traçadas novas perspectivas sobre suas imagens e teorias sobre montagem cinematográfica, pois compreendem o poder que há nas imagens midiáticas, produto de montagens audiovisuais sobre os indivíduos e sociedades, consequências das teorias de montagem de Eisenstein e de outros cineastas do início do século XX.

Serão 06 encontros estruturados a partir de proposições associadas aos filmes A Greve (1924), O Encouraçado Potiómkin (1925), Outubro (1928), Aleksandr Niévski (1938), Ivan, o terrível – parte I e Ivan, o terrível – parte II (1944, exibido em 1958). Com a análise de determinados trechos de cada filme, o aluno desenvolverá práticas com as quais conseguirá compreender com maior profundidade algumas das questões formais e conceituais utilizadas pelo cineasta russo-soviético. Essas atividades são acompanhadas de discussões advindas da tese Eisenstein no Brasil, a qual apresenta um panorama dos ecos eisensteinianos em território nacional, sendo estes entendidos como intersecções artístico-culturais.

Retrato de Eisenstein por Margaret Bourke-White

Professora

Fabiola Notari é artista visual e pesquisadora. Doutora em Literatura e Cultura Russa pelo Departamento de Letras Orientais (DLO/FFLCH/USP) em Poéticas Visuais pela Faculdade Santa Marcelina (FASM/ASM) e bacharel em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, onde leciona desde 2012. Desde 2014 coordena o Grupo de Estudos Livros de artista, livros-objetos: entre vestígios e apagamentos e em 2018 criou o Núcleo de Livros de Artista em parceria com Marisa Garcia de Souza. Ambas as iniciativas são realizadas na Casa Contemporânea, espaço multidisciplinar localizado no bairro de Vila Mariana em São Paulo-SP. Já participou de exposições e mostras artísticas no Brasil e no exterior com sua produção voltada à linguagem gráfica – gravura, desenho, fotografia e livro de artista.
Por conta de sua formação em artes visuais e de pesquisa teórica em arte, literatura e cultura russas, Fabiola Notari ministra oficinas e cursos voltados à produção, pesquisa e difusão do livro de artista e práticas voltadas à linguagem gráfica – desenho, gravura e fotografia -, além de apresentar proposições interdisciplinares mesclando cinema e as artes visuais por meio das teorias e filmografia de Serguei M. Eisenstein. Por conta de seu perfil, oferece com frequência orientações de projetos artísticos.


Investimento

R$ 337,50 (até o início do curso)

• Para se inscrever, clique aqui e preencha o formulário com seus dados. Entraremos em contato via e-mail.
• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária
• Pagseguro [em até 12x, sujeito à juros da administradora]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.