História da arte em sete lições com Tio Virso | ON-LINE E AO VIVO | 04/02

Foto: A banana mais cara do mundo, obra de Maurizio Cattelan, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos Estados Unidos.

Início: 04 de fevereiro de 2021
Horários: às sextas, das 19h às 21h (horário de Brasília)
Total: 07 aulas, 14 h/aula

Pré-requisitos: nenhum
Público alvo: o curso é aberto a todos que queiram conhecer a história da arte de forma leve, didática e descontraída. Pra tiozão, tiozinho e até pro tio do pavê.



Sejamos francos, a arte é mais útil das inutilidades, o mais necessário dos supérfluos. Obras de arte podem ser as expressões mais vívidas de uma região, de um povo ou de uma época. Quando dirigidas para a subjetividade, elas também falam muito sobre essa coisa fugaz, complicada e tristonha que é o indivíduo. A arte nos encanta, nos assusta, nos consola, nos choca, nos alegra e nos entristece – às vezes, ela faz tudo isso de uma vez só. Estudar a história da arte é puxar alguns dos fiozinhos mais interessantes que compõem essa tapeçaria que nós chamamos de humanidade.

O curso é uma maratona bem humorada de 7 aulas pelas tendências artísticas mais marcantes das Áfricas, das Américas, da Europa, da Ásia e da Oceania, mas não da Antártida, porque embora pinguins sejam bem legais, eles não são muito artísticos. O propósito não é se aprofundar em nenhuma corrente ou escola artística, muito menos se concentrar no conjunto da obra de um pequeno grupo de nomes consagrados. A ideia é propor um voo panorâmico, atentando para a importância das artes visuais enquanto expressão, experiência, ruptura e permanência humana.

•O curso inclui certificado

•Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Programa

Aula 1
O triunfo da tralha: as primeiras tradições artísticas
1.1 Quem é a Dona Arte?
1.2 Onde ela vive?
1.3 De onde ela veio?
1.4 De quem ela precisa?
1.5 Porque precisamos dela

Aula 2
Terra de mil artes: o patrimônio artístico africano
2.1 Uma herança negligenciada: a(s) arte(s) africana(s)
2.2 Egito e Núbia
2.3 Os impérios esquecidos
2.4 Os ladrões europeus
2.5 Uma incrível tapeçaria de tendências

Aula 3
A beleza inútil: o legado asiático-europeu
3.1 Os deuses querem uma pilha bem grande de tijolos: a(s) arte(s) mesopotâmica(s)
3.2 Grécia, Roma e uma sombra grande demais
3.3 Ninguém entende a Idade Média
3.4 Índia e China: gente é poeira, arte é eterna
3.5 Japão: um mundo à parte (mas não muito)

Aula 4
Enquanto isso, em outro planeta: tradições artísticas das Américas e da Oceania
4.1 Arte, beleza e mágica: quando não existe arte, mas tudo é arte
4.2 As grandes civilizações americanas
4.3 Caramba, os ladrões europeus de novo
4.4 Muitas ilhas de arte: a Oceania
4.5 Sim, você adivinhou: lá vem os ladrões europeus outra vez

Aula 5
Uma história da arte acadêmica: ascensão e queda do império da beleza
5.1 Italianos querendo se aparecer mudam para sempre a história da arte: o Renascimento
5.2 Eu quero é causar: barrocos e rococós
5.3 Briga de burguês: neoclássicos vs. românticos
5.4 Muito mais variado do que você pensa: as tendências artísticas do fim do XIX
5.5 A beleza amordaçada do academismo francês

Aula 6
Trocando seis por meia dúzia: entra em cena a arte moderna
6.1 Os diferentões: uma tendência inevitável na história da arte europeia
6.2 Abaixo a academia: as vanguardas europeias
6.3 Como a Segunda Guerra Mundial mudou a cena
6.4 O impacto dos modernismos fora da Europa
6.5 Acabaram-se os modernismos – ou não

Aula 7
Quando nada é arte, tudo é arte: a cena contemporânea
7.1 Agora arte é terra de ninguém: o reino (declarado) da subjetividade
7.2 Muito mais que só pintura e escultura: as linguagens da arte contemporânea
7.3 Arte é mais do que arte: arte é um sistema e um mercado
7.4 A diversidade da cena atual: quem está falando o quê?
7.5 Pra onde vamos daqui?

Professor

Vilson André Moreira Gonçalves, divulgador científico e administrador da página “História da Arte com o Tio Virso”, é graduado em Licenciatura em Artes Visuais pela UEPG e doutor em Comunicação e Linguagens pela UTP. Desde 2008 trabalha como arte-educador na educação básica e no ensino superior, dedicando-se desde 2019 à democratização do conhecimento científico em história da arte nas redes sociais.
Siga o tio Virso:
https://www.instagram.com/tiovirso
https://www.facebook.com/tiovirso


Investimento

R$ 420,00 (até o início do curso)

• Para se inscrever, clique aqui e preencha o formulário com seus dados. Entraremos em contato via e-mail.
• 
Dúvidas? Entre em contato através do e-mail cursos@f508.com.br

Formas de pagamento

• À vista: transferência bancária pela conta ou pela chave pix: 10.176.681/0001-05
• Cielo [em até 12x sem juros]
• Desconto de 5% para matrícula em mais de um curso. Entre em contato via e-mail.
• A realização do pagamento acarreta na aceitação do contrato. Acesse clicando aqui.